Biti


Numa era em que as crianças nascem mergulhadas no mundo da internet, nasce uma plataforma que procura partilhar conteúdos saudáveis para os mais pequenos.

 

 

O que é/qual é o negócio?

Pretendemos ser a Internet das Crianças. Nesta fase muito focados em criar “awareness” sobre um tema que nos assusta muito enquanto pais. Tema esse que acreditamos que pode ser resolvido com a nossa solução. Na realidade a Biti é hoje uma plataforma inteligente e segura de conteúdos, para crianças pequenas, que corre numa televisão, acessível através de um dispositivo com 3 botões coloridos. O botão encarnado (“play”) permite à criança aceder a vídeos de entretenimento e de aprendizagem, um botão amarelo (“grow”) para desafios que ajudem a desenvolver algo no lado das crianças, inclusive a parte motora e finalmente, um botão azul (“love””) para aceder aos vídeos dos momentos em família, partilhados pelos pais e por outros familiares.

 

De onde nasceu?

Do amor de um pai pela sua filha pequena. O Eduardo, co-fundador do projeto, não gostava da forma como a sua filha estava a crescer no mundo digital. As crianças hoje em dia, antes de aprenderem a andar, já interagem com smartphones e tablets. Esta interação precoce, com equipamentos que não foram pensados para elas, cria enormes problemas. Ao nível da postura física, as crianças estão constantemente curvadas, estudos mostram que no futuro terão problemas de coluna. Imersão, quando as crianças usam este tipo de “devices” estão totalmente imersas, imóveis não reagem não respondem e finalmente, ao nível dos conteúdos, existem imensos conteúdos que aparentemente são seguros, mas que não trazem qualquer valor acrescentado ao desenvolvimento de uma criança. O projecto chama-se Biti em homenagem à Beatriz, filha do Eduardo, e a razão principal de hoje existirmos.

 

Missão?

Crianças saudáveis e felizes no mundo digital.  

 

Financiamento?

Levantámos uma ronda que nos permitiu construir a solução e testá-la num mini mercado de beta users. Vamos abrir brevemente mais uma ronda para o "go-to market".

 

 

Promoção?

A Biti é uma solução B2C. A promoção passa por criar uma comunidade de pais, preocupados com o tema da adoção precoce do digital por parte dos seus filhos pequenos. Posteriormente promovendo a nossa solução, através dos media, redes sociais e “influencers”. Estamos neste momento em fase beta, queremos lançar uma campanha de pré-encomendas no início do próximo ano e lançar o produto, para o mercado, na altura da Páscoa. Estaremos presentes no online e no retalho.

 

Onde esperam chegar?

A todo o lado. Uma criança uma Biti :) Os problemas resultantes da adoção precoce, de smartphones e tablets, por parte das crianças pequenas, existem em qualquer parte do mundo. É algo muito próprio destas novas gerações digitais, fruto da enorme evolução tecnológica ocorrida nos últimos anos.

 

Hoje falamos de inteligência artificial, robots, carros voadores autónomos com enorme certeza, com casos reais ou à distância de 2 a 3 anos. A estratégia de crescimento passa por construir um “use case” forte em Portugal, que nos possa projetar para outro país da Europa, nomeadamente França ou Inglaterra. A partir daí, queremos escalar para outra região, Estados Unidos ou Ásia.

 

Como lidaram com a incerteza inicial?

Numa relação entre algum receio e um enorme gozo. A incerteza é algo que faz parte da vida de qualquer empreendedor. Existe em todas as fases, não é inicial é contínua. Funciona muitas vezes com uma espécie de adrenalina, que nos faz correr mais e mais depressa. Para se lançar algo é preciso ter espírito, uma enorme dose de persistência, paciência infinita e imensa coragem.

 

Vosso maior trunfo? Ingrediente secreto?

Estamos neste momento em fase “beta”, tivemos mais de 75 inscrições para o nosso programa. A testar a nossa solução com pais e crianças de várias idades (entre os 2 e os 6 anos). Aquilo que temos sentido e do feedback já recolhido, é que existe uma simbiose perfeita entre a Biti.box (hardware) e a Biti.tv (plataforma inteligente e segura de conteúdos que corre, nesta fase, numa televisão). As crianças desenvolvem uma relação sensorial com a Biti.box. É um objeto que foi totalmente pensado para elas, cujo o elemento diferenciador (para nós passado, para elas novidade) é a existência de 3 botões grandes e coloridos. É passar as crianças de uma interação de um dedo com um ecrã, na postura errada, totalmente imersos e a ver conteúdos inapropriados para uma interação com as duas mãos, na televisão, num ambiente seguro e muito mais saudável, deixando espaço e tempo, inclusive, para outras atividades em família.  

 

As crianças ganham a autonomia e a liberdade para explorar e aprender, os pais paz de espírito e tempo por saberem que os seus filhos, através da Biti, estão saudavelmente seguros.   

 

O que sugerem a quem começa?

Baixem as expectativas e aumentem a ambição. “Small steps quick wins”. Foco total em colocar a vossa solução o mais depressa possível na mão dos potenciais clientes. É muito mais valioso uma hora a recolher feedback, desses mesmos potenciais clientes, do que dez horas de brainstorming em “futurologia”. Citando o Steve Blank, “No Business Plan Survives First Contact With A Customer”.

 

Qual o melhor conselho profissional que já recebeu?

“Walk the Talk”. O mundo está carregado de pessoas com imensas ideias, a diferença está na execução ou não das mesmas. Uma ideia sem execução não passa de uma simples intenção. Go!

 

Mais informações em Biti!

Guias Práticos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Tendências

Atualidade e inovação: o que está a mudar no empreendedorismo

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e pagamento de impostos

Saber mais