RI-TE


Construir um sistema PET (Tomografia por Emissão de Positrões) muito mais económico e acessível é o grande desafio da RI-TE.



O que é/qual é o negócio?
A RI-TE desenvolve sistemas de imagiologia PET para aplicações na área pré-clínica, na investigação com pequenos animais em oncologia/neurologia e também na educação e treino de profissionais de medicina nuclear.

De onde nasceu?
A RI-TE nasceu como spin-off da Universidade de Aveiro, do grupo de investigação DRIM - Deteção de Radiação e Imagiologia Médica, local de origem da tecnologia e da equipa fundadora.

Missão?
Democratizar o acesso à tecnologia PET, através de um sistema com uma tecnologia inovadora e de alta performance que permite uma grande redução de custos, tornando a PET acessível a um leque muito mais alargado de instituições e investigadores.

Financiamento?
Começou com um prémio no programa de aceleração da ANJE (ASA) em 2015 e um investimento privado (business angel), tendo depois conseguido co-investimento público através do programa Centro 2020 (projeto de I&DT em co-promoção com as Universidades de Aveiro e Coimbra).



Promoção?
Atualmente estamos a promover o nosso primeiro sistema, para educação e treino, destinado a Universidades e Escolas de Saúde que ensinem PET (Medicina Nuclear, Imagem Médica, Radiofarmácia), e à procura de financiamento para desenvolvimento de um sistema pré-clínico, destinado a unidades de investigação na área biomédica e farmacêutica.

Onde esperam chegar?
Esperamos chegar a todos os estudantes e profissionais em início de carreira que aprendam ou lidem com PET, para que o possam fazer de forma prática e com um sistema dedicado. Além disso, esperamos chegar também a todos os investigadores que beneficiem da utilização de imagiologia PET nos seus projetos e não tenham atualmente acesso a um sistema por falta de recursos das suas instituições. Onde quer que eles estejam! :)

Como lidaram com a incerteza inicial?
Lidamos com a incerteza inicial da mesma forma que lidamos com a incerteza atual (na realidade a incerteza mantém-se!): com enfoque no produto e no trabalho para o desenvolver o melhor possível.

Vosso maior trunfo? Ingrediente secreto?
Um grande trunfo é a propriedade intelectual (a tecnologia tem patente internacional), mas não há grandes segredos para além da excelente equipa, muito trabalho e dedicação.

O que sugerem a quem começa?
Fazer uma boa análise prévia, mas avançar sem dúvidas quando se acredita na ideia, se tem paixão pelo produto/serviço e se garantiu financiamento para o arranque.

Qual o melhor conselho profissional que já recebeu?
É um conselho que se aplica em todas as áreas: ser honesto.

Mais informações em RI-TE.

Guias Práticos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Guias Teóricos

Noções teóricas imprescindíveis para o arranque e gestão do seu negócio​

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais

Tendências

Atualidade e inovação: o que está a mudar no empreendedorismo

Saber mais