Upping


Há quase dois anos em atividade, a Upping é uma consultora especializada em marketing analytics que está a conquistar o mercado internacional.

 

 

O que é/qual é o negócio?

A Upping é uma consultora especializada em advanced analytics. Efetuamos análises aprofundadas dos dados existentes nas organizações, com o objetivo de gerar conhecimento que seja acionável, dando suporte à tomada de decisão e definição das melhores estratégias. Desenvolvemos soluções analíticas, como segmentação de clientes, definição de clusters, modelos preditivos, análise de texto e sentimento, entre outras, onde utilizamos um conjunto de técnicas e ferramentas sofisticadas de análise de grande volume de dados ou conteúdos, existentes nas empresas. Estas soluções permitem identificar padrões de consumo ou comportamento dos clientes, membros ou utilizadores das organizações e libertar insights relevantes que suportem a tomada de decisão.As nossas soluções permitem às organizações dar resposta a objetivos estratégicos tão importantes como sejam: identificar e conhecer o perfil aprofundado dos seus melhores clientes de forma a aumentar a sua retenção, definir clusters de clientes com comportamentos homogéneos para construir ofertas personalizadas e relevantes, ou mesmo antecipar comportamentos futuros pela identificação dos clientes com maior probabilidade de erosão.

 

De onde nasceu?

Nasceu da vontade e iniciativa de três sócios fundadores que trabalharam juntos durante mais de vinte anos na área do advanced analytics, de expandir o seu know how e experiência a outras indústrias, aplicando uma abordagem inovadora para a maioria das empresas, acrescentando valor à sua atividade.

 

Missão?

A nossa missão é transformar a informação gerada pela atividade das organizações em conhecimento - um ativo de valor. Na Upping sabemos que em qualquer organização, independentemente do grau de maturidade tecnológica ou analítica, da sua dimensão ou indústria, que tenha informação dos seus clientes, colaboradores ou membros na forma transacional ou comportamental, existe matéria-prima suficiente para ser trabalhada como suporte à decisão estratégica: seja alavancar o negócio existente ou identificar novas oportunidades!

 

Financiamento?

Não recorremos a financiamento. O investimento foi realizado com capitais próprios.

 

Promoção?

Estamos a desenvolver uma rede dinâmica de contactos e parcerias, à escala nacional e internacional, que nos permita o acesso aos decisores e top management. A nossa abordagem passa sempre por realizar uma “prova de conceito” desenvolvendo uma solução analítica numa amostra real do cliente, e apresentação dos principais resultados e outputs sem qualquer tipo de encargo ou compromisso para a organização.

 

Onde esperam chegar?

Estamos a desenvolver a nossa atividade à escala global. Consolidámos as soluções no mercado local, dando início em 2016 a um processo de internacionalização. A Upping mantém em Portugal o hub analítico e tecnológico, mas conta com o conhecimento dos business managers do mercado respetivo, para o desenvolvimento negócio. Pretendemos DAR ESCALA a uma atividade que é global, expandindo os mercados onde atuamos; desenvolver a CAPACIDADE DE INOVAÇÃO e competitividade nas soluções atuando em mercados de elevada maturidade analítica, e garantir uma MAIOR SUSTENTABILIDADE do negócio a médio e longo prazo.

 

 

Como lidaram com a incerteza inicial?

No início arrancámos para o mercado com um projeto mais abrangente, que reunia três áreas complementares do ponto de vista do produto final. Ao fim de alguns meses o mercado foi ditando qual a abordagem em que deveríamos apostar a fundo, canalizando toda a nossa expertise e foco para uma área mais concreta e especializada.

 

Vosso maior trunfo? Ingrediente secreto?

A nossa equipa! Somos uma equipa madura, que se conhece muito bem, que reúne competências complementares na parte analítica e do negócio, e que tem muita experiência e domínio das tecnologias na área do advanced analytics onde atua; uma experiência validada por inúmeros projetos, em realidades diversas e com resultados robustos, numa área inovadora e que se encontra em grande expansão.

 

O que sugerem a quem começa?

Que trabalhe bem a ideia inicial no sentido de se tornar relevante no target a que se dirige, dedicando algum tempo antes de arrancar para o mercado a reunir feedback de outros profissionais de diferentes áreas, mentores, pessoas com experiência em lançar novos negócios. Uma oportunidade que não se repetirá. Finda esta fase, é afinar o projeto e arrancar para o real, sem medo, e com muita disciplina diária.

 

Qual o melhor conselho profissional que já recebeu?

Ouvir, ouvir e… voltar a ouvir. Os clientes, os parceiros, a concorrência, os prospects que não reagem aos nossos contactos… saber ouvir, interpretar e responder com abordagens alternativas e relevantes, é uma competência que poderá ser determinante na sustentabilidade do negócio a longo prazo, e que nos esforçamos em praticar todos os dias. A capacidade de nos colocarmos em causa, de aprender e de nos obrigar a regenerar, reinventando novas abordagens que depois funcionam, é extremamente estimulante e desenvolve duas competências essenciais: a resiliência e inovação!

 

Mais informações em uppinggroup.com.

 

Guias Práticos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Tendências

Atualidade e inovação: o que está a mudar no empreendedorismo

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais