Empreendedorismo

Exemplo Prático: Break-Even Point


HTML Editor - Full Version

O break-even point representa a quantidade de bens e/ou serviços que uma empresa tem de vender, de forma a que o valor total das vendas iguale o dos custos. A fórmula é simples, já que basta dividir os custos fixos da empresa pela diferença entre o preço de venda de uma unidade e o custo variável da mesma, tal qual ilustrado mais abaixo:

 

Qualquer empreendedor dá importância a este conceito, em português ponto de equilíbrio, pois este determina a quantidade mínima que uma empresa deve vender para não apresentar prejuízo. Este artigo irá mostrar um exemplo prático de como calcular este ponto tão desejado quando se está na fase de maturação de um negócio.

 

Tomemos o exemplo de uma loja de música que comercializa todos os seus vinis de jazz a 15 euros, apresentando o custo variável unitário de 10 euros, custos fixos na ordem dos 1500 euros e um total de vendas mensal de vinis deste género musical fixado nos 6000 euros.

 

Segundo a fórmula, a loja terá de vender 300 vinis de jazz por mês para não ter prejuízo. Multiplicando esse número pelo preço de venda (15 euros), ficamos a saber que o volume mensal de vendas é de 4500 euros. Como a loja factura mensalmente 6000 euros em vinis de jazz, quer dizer que está no “bom caminho”, vendendo acima do break-even point. Se porventura o valor do total de vendas fosse menor, então seria altura de recalcular o preço de venda, reduzir custos ou abandonar em definitivo os vinis deste género.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Break-Even

Como calcular o lucro

 

Guias Teóricos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais

Agenda

Eventos na área do empreendedorismo

Saber mais