Empreendedorismo

Como criar o seu cartão de visita


Na era do Facebook e do Linkedin, o cartão de visita continua a sobreviver.

 

Quando conhecemos alguém numa reunião de trabalho, é importante causar boa impressão e nada bate a simplicidade e poder de entregar um cartão bem feito – começa uma conversa e tem um grande potencial.

 

Neste artigo concentram-se algumas diretrizes para otimizar aquele pequeno retângulo de papel.

 

 

Texto legível
Pode parecer uma observação óbvia, mas a verdade é que é repetidamente negligenciada. Use um tipo e tamanho de letra legíveis, acentuando as informações mais importantes com negritos ou sublinhados.

 

Cores elogiosas
Escolha cores que sejam esteticamente agradáveis, tentando, se possível, manter o esquema consistente com o da sua empresa, site e redes sociais. Uma amálgama de cores fortes pode fazer o seu cartão destacar-se dos restantes, mas pelas piores razões.

 

Não o torne uma mera página de contactos
A tentação de oferecer várias opções de contacto pode ser grande – telefone da empresa, telefone pessoal, telemóvel, e-mail, páginas de Twitter, Facebook e LinkedIn, etc – todavia a melhor abordagem é a filtragem. Pergunte-se: onde é que me relaciono mais com os clientes e os parceiros, e o que dá melhor imagem de mim e da minha empresa?

 

Visual apelativo
A utilização do logótipo da empresa é segura… e aborrecida. Tente utilizar figuras que iniciem conversas ou estabeleçam uma relação com o recipiente.

 

Utilize o verso
Quando cria um cartão de visita precisa de otimizar o espaço disponível, o que inclui o verso do mesmo. Muitos empreendedores desperdiçam o verso, mas este pode ser utilizado não apenas para incluir informação adicional, mas também para conter conteúdos mais criativos, como cupões ou ofertas especiais.

 

Inspire curiosidade
Uma frase curta e enigmática é um definitivo must para o seu cartão. Michael Simon, CEO da LogMeIn dá o exemplo: “Ligue-se a mim em [email] ou [telefone] para falarmos de negócios, ou se precisar de uma recomendação para um excelente restaurante da próxima vez que estiver em Budapeste”.

 

Crie utilidade
Existem cartões desenhados como mini-catálogos ou folhetos que, dependendo do negócio em questão, podem ser muito úteis.

 

Ligue o mundo online e offline
Considere a inclusão de um código QR que direcione os clientes/parceiros para uma página web específica, onde apresenta os seus produtos e/ou contactos.

 

Personalize e inove
Os consumidores e os profissionais tomam contacto com dezenas ou centenas de cartões-de-visita ao longo das suas viagens e da vida. É importante que o seu seja memorável. Dedique algum tempo à conceção do cartão, assegurando-se de que tem a criatividade ao serviço daquilo que o seu negócio oferece. O céu é o limite.

 

Double check
Não há margem para erro – assegure-se de que o seu cartão é perfeito e não contém quaisquer erros antes da impressão, já que estes desvalorizam a empresa e a sua credibilidade. Peça opiniões exteriores (familiares, amigos) antes de o enviar para impressão.

 

Papel de qualidade
Muitas vezes o cartão de visita é a primeira impressão que as pessoas terão do seu negócio, pelo que não o faça parecer menos do que profissional. Não descure na qualidade do papel do cartão ou na impressão.

 

 

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Como criar um logótipo

Como criar o nome para uma marca

4 passos para tornar a sua marca única

 

Guias Teóricos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais

Agenda

Eventos na área do Empreendedorismo

Saber mais