Empreendedorismo

Como abrir uma agência de turismo


O mundo pode estar em crise, mas dificilmente podemos dizer que o setor turístico, no âmbito geral, veja alguma vez a sua fonte secar.

 

As agências de viagens e turismo assumem uma atividade múltipla que incluí a organização e/ou venda de viagens turísticas, reserva de serviços de alojamento, reserva de lugares em transportes, representação de outras agências (nacionais ou estrangeiras) e intermediação na venda dos respetivos produtos e, em alguns casos, serviços ligados à receção, transferência e assistência a turistas.

 

A criação de uma agência turística pode representar uma oportunidade de negócio única, mas requer cuidados específicos que não devem ser descurados no seu planeamento.

 


Estabelecer Serviços Oferecidos
Com o objetivo de começar o seu negócio de uma forma mais acessível e menos arriscada, deverá determinar o tipo de agência turística que quer começar por dirigir. Os serviços que poderá oferecer incluem reservas de transportes, reservas de estadias, pacotes especializados (ex: viagens ecológicas, viagens ao campo). Num outro plano, podem ainda dividir-se de acordo com o público-alvo – agências dedicadas a turismo familiar, empresarial, estudante, senior, entre outros.

 

Plano de Negócios
Desenvolva um plano de negócios com especial enfoque nas informações sobre: filosofia de projeto (o que é, missão, a quem se dirige, etc.), análise de concorrência, relações públicas e marketing, projeções de lucro e orçamento, perspetivas de arrendamento, definição de parcerias.
 

Plano de Marketing
Desenvolva um plano de Marketing tendo como objetivo máximo a conquista de clientes e a promoção do negócio e do que este tem a oferecer. A incluir no plano: análise diagnóstico, análise SWOT, definição de objetivos, opções estratégicas, marketing-mix e plano financeiro.
 

Legislação
Os principais documentos legais a considerar na criação de uma agência de turismo são os seguintes:
- Decreto-Lei nº 61/2011, de 06.05, que regula o acesso e exercício da atividade das agências de viagens e turismo;
- Decreto-Lei nº 199/2012, de 24.08, que estabelece o regime de acesso e exercício da atividade das agências de viagens e turismo e adapta o regime com o Decreto-Lei nº 92/2010 de 26.07.

 

Licenciamento
Apenas as empresas com licença de agência de viagens e turismo emitida pelo Turismo de Portugal, I.P. podem exercer atividade. A Taxa de licenciamento tem o custo associado de 12.469,95 euros.

 

Seguro
Obriga-se toda a agência de turismo à prestação de garantia de um Seguro de Responsabilidade Civil, que cubra os riscos decorrentes da sua atividade.

 

Despesas de Investimento
Contratação de serviços
Contratação de empregados
Documentação, legalização e licenciamento da empresa
Material de Escritório
Material Informático
Software

 

Custos Fixos
Renda (a existir espaço de atuação físico)
Despesas correntes (luz, água, internet)
Salários
Contabilidade
Seguros
Higiene e Segurança no Trabalho

 

Recursos humanos
Empregado (em loja)
Colaborador (serviços online)

 

Contactos Úteis
Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo
Direção Geral da Empresa
Portal da Empresa
Turismo de Portugal

 

Guias Teóricos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Agenda

Eventos na área do Empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais