Empreendedorismo

Como abrir uma Clínica


Cada vez mais os profissionais de saúde estão a descobrir como se tornar empresários de sucesso, através da abertura de clínicas próprias, conduzindo seus negócios de forma a melhor  atender as expectativas dos utentes.

 

Saiba neste guia os principais passos a dar na abertura da sua clínica ou consultório.

 


Plano de Negócios
Desenvolva um plano de negócios com especial enfoque nas informações sobre: filosofia de projeto (o que é, missão, a quem se dirige, etc.), análise de concorrência, projeções de lucro e orçamento, área de atuação (mercado de luxo, low cost ou outro), pessoal, requisitos.

 


Licenciamento
O Decreto-Lei nº 279/2009 de 6 de outubro é o principal documento que rege o licenciamento de unidades privadas de saúde. Atualmente, o regime de licenciamento está bastante simplificado, e que passa pelo registo na ERS (Entidade Reguladora da Saúde) e numa licença emitida pela ARS (Administração Regional de Saúde).

 

Todas as clínicas ou consultórios médicos são ainda obrigados a disponibilizar livro de reclamações.

 


Legislação
Os requisitos mínimos de organização e funcionamento bem como as especificações técnicas para o exercício da atividade de clínicas e consultórios médicos regem-se pela Portaria nº 287/2012 de 20 de setembro.
 


Requisitos de Direção
As clínicas ou consultórios médicos são tecnicamente dirigidos por um diretor clínico inscrito na Ordem  dos Médicos, salvo no caso dos consultórios unipessoais, em que só existe um médico.

 


Despesas de Investimento
Pode considerar-se que o custo médio de investimento inicial para a criação de um consultório médico com dois gabinetes se situa entre os 70.000 e os 80.000 euros. Entre os custos devem contar-se:
- Imóvel (prateleiras, cadeiras, mesas, secretárias, armários, balcão de receção);
- Equipamentos profissionais;
- Equipamentos informáticos (computador, impressora, scanner);
- Contratação de serviços (comunicações, eletricidade, contabilidade, limpeza);
- Contratação de empregados;
- Documentação, legalização e licenciamento da empresa.

 


Custos Fixos
Tomando ainda o exemplo de um consultório com dois gabinetes, estima-se que os gastos médios mensais fixos do mesmo se situem entre os 5.000 e os 6.000 euros, incluíndo:
- Salários;
- Renda de loja;
- Pagamento de empréstimo (se for o caso);
- Consumíveis (água, luz, internet, telefone);
- Limpeza;
- Contabilidade.

 


Contactos Úteis
Administração Regional de Saúde – Alentejo
Administração Regional de Saúde – Algarve
Administração Regional de Saúde – Centro
Administração Regional de Saúde – Lisboa e Vale do Tejo
Administração Regional de Saúde – Norte
ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários
Direção Geral da Saúde
Portal da Saúde – Ministério da Saúde
Ordem dos Médicos
 

 

Guias Teóricos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Agenda

Eventos na área do Empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais