Empreendedorismo

Como Avaliar uma Ideia de Negócio


Tem uma ideia de negócio que o entusiasma, mas ainda não está certo que seja executável? Aqui ficam 10 questões que deve colocar a si mesmo para pré-avaliar a sua ideia de negócio.

 


Qual o perfil do meu cliente/consumidor?
O seu produto/serviço parece-lhe uma solução acertada para uma lacuna no mercado, mas consegue identificar uma massa de clientes além de si? Questione-se sobre as maiores necessidades de um consumidor e como é que o seu produto/serviço pode ajudar a supri-las.

 

O que é que estou a substituir?
Dizem os especialistas que, seja qual for a sua ideia, existem pessoas por aí que estão a comprar coisas no seu lugar. Pergunte-se o que torna o seu produto tão irresistível, quando comparado com o que já está no mercado.

 

Como posso demonstrar a minha ideia aos outros?
Torne a sua ideia o mais tangível possível, o que significa o desenvolvimento de protótipos ou desenhos detalhados do que pretende criar. Ao descobrir se é ou não capaz de representar a sua ideia, isto vai ajudá-lo a perceber se a sua base funciona.

 

De quem preciso na minha equipa?
Numa primeira instância, é importante que se rodeie de pessoas de confiança, com quem possa discutir a sua ideia e de quem possa receber conselhos informados. Eventualmente poderá necessitar de pensar noutros “cérebros” para complementar o seu, idealmente noutras áreas (ex: marketing, IT, ou outro).

 

De que recursos necessito?
Faça uma lista dos recursos que necessita – desde matérias-primas a material de escritório – e explore a possibilidade de os obter antes de investir demasiado tempo e dinheiro no teste do produto/serviço.

 

Como vai ser o ciclo de compra?
É importante ter uma ideia da duração do ciclo de compra do seu produto/serviço na medida em que esta informação lhe permitirá estimar as suas necessidades financeiras diretas. Com um ciclo longo, precisará de mais dinheiro antes de conseguir retorno – ex: a venda de equipamento hospitalar e de saúde pode demorar mais de um ano a completar, enquanto uma aplicação móvel é comprada no momento.

 

Qual é a estimativa de vendas mais razoável?
Se quer abrir um restaurante, por exemplo, não se baseie apenas nas estimativas de vendas gerais dos restaurantes da sua zona – leve em conta fatores mais específicos, como a capacidade do seu restaurante, o valor da conta média e as horas de funcionamento do estabelecimento.

 

Qual o potencial de crescimento da minha ideia?
Se está a criar software ou a desenvolver algo à mão, o seu negócio não crescerá tão rápido como outro baseado em algo que pode ser produzido massivamente. Está a vender o seu tempo (que é finito) ou um produto (que é teoricamente infinito)?

 

Tenho as competências necessárias?
Ter uma ideia e realizá-la são duas coisas infinitamente diferentes. Seja honesto quando avalia se está ou não qualificado para tornar a sua ideia num negócio. Se uma ideia implica um conhecimento técnico que você não tem, será capaz de encontrar alguém que preencha esse vazio?

 

Consigo ver-me a fazer isto nos próximos anos?
Ter uma ideia pode ser entusiasmante, mas está pronto para se dedicar de corpo e alma, pelo menos durante dois anos? Tem o apoio da família, amigos e mentores, que estão dispostos aos sacrifícios que um negócio próprio traz consigo? Uma nova oportunidade consome, logicamente, uma quantidade tremenda de tempo e energia.

 


ARTIGOS RELACIONADOS
Como testar uma ideia de negócio

Fontes de Ideias de Negócios

 

Guias Teóricos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Agenda

Eventos na área do Empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais