Empreendedorismo

Como definir os preços dos seus produtos


O preço é um elemento fundamental em qualquer negócio, podendo ser o fator que determina o sucesso ou fracasso de uma empresa. Assim, e dada a sua importância crucial na sobrevivência e desenvolvimento do negócio, torna-se imperativo estabelecê-lo da forma mais rigorosa possível.

 

O preço é definido com base na estratégia equilibrada de uma empresa, mas que variáveis deve levar em conta no processo de estabelecimento de um preço?

 

 

Público-alvo

Numa primeira instância, o que deve fazer é simplesmente definir o perfil do seu público-alvo, adivinhando aqui a sua idade média, sexo, habilitações e poder de compra – só assim poderá ter uma ideia rigorosa do preço máximo que poderá cobrar pelo produto, sabendo que algo dirigido a um segmento mais elevado cobrará mais mas venderá menos, ou algo mais massificado cobrará menos e venderá mais. Se o produto o permitir, pode sempre criar outras versões do mesmo (básico/premium) ou agrega-lo em pacotes.

 

Gastos efetivos

Para definir os preços do seu produto não pode reger-se apenas pelos preços da concorrência – ainda que estes sejam, efetivamente, um fator que deve levar em conta. Surpreendentemente, muitas pequenas empresas esquecem-se de equacionar os custos internos que têm (despesas de produção, distribuição, embalamento, etc). O ideal é conjugar SEMPRE estes dois fatores.

 

Custos fixos e variáveis

Ainda relativamente à questão colocada no segmento anterior, é importante que leve em conta todos os custos fixos e variáveis implicados no seu negócio. Os fixos respeitam às rendas, salários, matérias-primas, etc, sendo que os variáveis representam todas as despesas que variam conforme as vendas.

 

Concorrência

É importante decidir se quer distanciar-se ou aproximar-se das políticas de preço dos seus rivais. Não se esqueça de que a concorrência é importante, mas que o seu negócio deve seguir independente e com preços realistas em relação ao mercado e público-alvo.

 

Aumentos

Aumentar preços nunca é uma tarefa fácil, mas se aumenta a qualidade dos produtos e, assim, os custos de produção, é natural que tenha de o fazer. Lembre-se apenas de usar estratégia para o fazer: dois aumentos de 5% distanciados no tempo são infinitamente mais fáceis de aceitar do que um aumento individual de 10%.

 

Não há ciência

Um preço não é definido com base científica ou meramente lógica. Na verdade, pode ser influenciado por muitas variáveis, mas de um ponto vista económico, não existe uma fórmula matemática específica para o definir.

 

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Regras para afixação de preços

Regras para redução de preços

 

Guias Teóricos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Agenda

Eventos na área do Empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais