Empreendedorismo

Como escolher a melhor plataforma de vídeo para o seu negócio


O vídeo é uma enorme componente do marketing online e estima-se que, em 2017, vai traduzir-se em mais de 65% do tráfego dos consumidores. Se ainda não está a partilhar vídeos e está na dúvida sobre em que plataforma apostar, damos uma ajuda comparativa.

 

Youtube

É o segundo site mais visitado do mundo e as suas visitas mensais ultrapassam o 1.000.000.000, sendo que no mesmo período são vistas 6 mil milhões de horas em vídeo. O seu alcance atinge, sobretudo, indivíduos entre os 18 e os 34 anos. O Youtube é um poço de interação, mas é uma espécie de fórum onde o marketing tradicional tem dificuldade em penetrar – muitos anunciantes acabam por utilizar os anúncios que passam antes dos vídeos (que para já, em 75% são possíveis de “skipar” após breves segundos). Permite dar asas à criatividade da sua empresa ao colocar vídeos detalhados, divertidos e informativos sobre a sua empresa.

 

Vimeo

Já foi conhecido como “a outra coisa que dá vídeos mas não é o Youtube”, mas hoje já surge como a primeira opção para quem pretende exibir conteúdos esteticamente fortes e em grande qualidade e definição. É melhor para colocar conteúdo de qualidade do que propriamente para melhorar alcance. Conta com cerca de 100 milhões de visitantes por mês e tem vários tipos de acesso de conta (incluindo um gratuito) – no entanto, apenas a modalidade PRO permite promoção a negócios ou marcas. Ideal para vídeos mais longos, de grande qualidade.

 

Google Hangouts

É uma das melhores e mais eficazes ferramentas do Google+ e constitui-se como um serviço de videochat bastante user-friendly. Em 2013 tinha 540 milhões de utilizadores ativos e espera-se que este ano (2016) ultrapasse o Facebook. As suas ferramentas mais populares incluem várias pessoas no mesmo videochat, habilidades de partilha de ecrã, partilha de ficheiros/vídeos/apresentações, gravação e partilha de conteúdo, chat (texto) e uma “estrelinha da sorte” já que os vídeos associados a este meio terão, evidentemente, um ranking de Google mais elevado.

 

Instagram

Lançado em 2010, o Instagram é uma rede social regida pelas imagens – fotografia sou vídeos editados por filtros digitais. Uma das suas grandes armas é o poder de ligação instantâneo com outras redes. Mais apropriado para marketing B2C, tem particular sucesso para marcas de entretenimento, moda, desporto e restauração/cafés.

 

Vine

O Vine é, provavelmente, a corporização do que seria “o twitter do youtube” – vídeos com 6 segundos no máximo que passam em loop contínuo. O Vine, que atinge especialmente um público jovem, tem um enorme potencial de marketing mas para já ainda é considerado arriscado – em Portugal tem pouca tração e nos EUA apenas recentemente começou a ser usado para publicidade, com Viners famosos a produzir conteúdos para marcas.

 

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Como criar o post perfeito

Como sobreviver às alterações do Facebook

Qual a melhor rede social para o seu negócio

 

Guias Teóricos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Agenda

Eventos na área do Empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais