Empreendedorismo

Como lançar-se como (empreendedor) freelancer


Quando se pensa num empreendedor, normalmente associa-se a imagem deste à de um fundador de uma startup, o dono de um negócio ou alguém responsável por um franchise. Todavia, na verdade, o termo inclui outras realidades, incluindo a do Freelancer.

 

Eis cinco competências para ter sucesso nesta área.

 

Promova-se
Pode ser um prodígio na sua área de atividade – design, storytelling, programação, tradução ou outro – mas sem uma boa estratégia de marketing e promoção não irá longe. Na era do Online é essencial ter uma presença robusta no meio, desde as redes sociais (o HootSuite e o Buffer são bons gestores), a um portefólio (Wix e WordPress oferecem boas possibilidades), a um site pessoal.

 

Faça um calendário e estabeleça objetivos
Quer esteja a trabalhar num projeto com um prazo apertado, quer tenha muito tempo para terminar a sua tarefa, é fundamental que estabeleça vários prazos para cada trabalho (projeto, maqueta, entrega final, por exemplo). Neste caso, o Poject Center da Visually é uma boa ferramenta, bem como o Podio e a Asana.

 

Fique de olho nas suas boas ideias
A determinada altura, pode estar a trabalhar em diferentes projetos que se encontram em diferentes estádios. Manter-se em dia com todas as ideias e inspirações pode, portanto, ser uma tarefa árdua, pelo que é importante que se mantenha organizado (uma ferramenta como o Evernote ou o Springpad é essencial).

 

Comunique de forma eficaz
Parece óbvio, mas várias vezes a ineficácia do processo de comunicação é a razão para o insucesso de negócios – o que é particularmente aplicável aos freelancers. Dedique-se a uma comunicação positiva e dinâmica para eliminar a desvantagem da distância física do cliente – mostre-se disponível através de vários meios (email, telefone ou mesmo videoconferência). Considere ainda a compra ou download de aplicações de “partilha de ecrãs” – o Skype tem esta funcionalidade, mas pode optar por outros como o Screenhero ou o join.me.

 

Faça follow-up e networking
Terminou um projeto e enviou a fatura ao cliente – este pode parecer o fim da linha do seu serviço, mas está enganado. Continue a seguir o cliente, uma ou duas depois de o produto/serviço ter sido entregue, e peça feedback. Se for positivo, peça-lhe para recomendar os seus serviços, para estabelecer uma ligação consigo nas redes sociais (particularmente no LinkedIn) e peça-lhe um pequeno testemunho para o seu site ou portefólio.

 


ARTIGOS RELACIONADOS
Como ser um freelancer bem sucedido
Teletrabalho: vantagens e desvantagens
 

 

Guias Teóricos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Agenda

Eventos na área do Empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais