Como saber se o profissional está a fugir à responsabilidade dos seus erros


Durante uma entrevista de emprego, num evento de empreendedorismo, ou numa reunião, existem vários momentos em que terá de se colocar à prova e perceber até que ponto determinada pessoa está a tentar fugir às responsabilidades, por isso, deve estar com atenção aos aspectos que o podem ajudar.


Mudar de conversa

Fugir ao assunto e mudar radicalmente o tom da conversa é algo frequentemente visto. Existem certamente outros problemas a serem resolvidos, ou um almoço de negócios a marcar, e focar-se em pontos completamente fora da conversa inicial é um elemento a que deve ter atenção.


Falar em extremos

Argumentos como “eu nunca faria tal coisa” ou “eu sempre fiz isto” podem ser indicativos de que a pessoa está a mentir, tornando-se facilmente numa forma de falar vagamente e sem se focar nos detalhes de determinado acontecimento. Quando algo em concreto corre mal, é frequente que quem tem tendência a mentir, tente culpar o ocorrido em algo que sempre aconteceu ou que nunca poderia ter acontecido.


Fingir que não se recorda

“Até onde sei foi isto que aconteceu” ou “não me recordo disso ter acontecido”, ainda que o facto tenha ocorrido recentemente, é outra forma de tentar evitar a culpa quando algo negativo acontece. Afinal, você não poderá comprovar que a pessoa realmente se lembra, e o facto de não se lembrar poderá levantar alguma culpa. Claro, isto teoricamente, pois quando um erro é cometido, ser lembrado ou não torna-se irrelevante.


Evitar o uso da primeira pessoa

Especialmente se um erro foi cometido, as pessoas tendem a evitar falar na primeira pessoa, tentando colocar a culpa no senso comum ou em outras pessoas. “Uma pessoa julga ser o mais acertado” ou “todos fazem o mesmo”, em vez de “eu fiz, eu errei”.


Fugir a perguntas diretas

“Pensa mesmo que eu faria tal coisa?”, “duvida de mim?” são respostas vagas que a nada respondem, pelo contrário, afastando-se de algo semelhante a uma resposta. Se a pessoa tende a fugir a perguntas diretas, ela provavelmente estará a pensar numa forma de lhe dar a volta sem realmente responder a nada.


Todos cometem erros e é fundamental aprender a lidar com eles e tomar responsabilidade pelas suas escolhas. Do outro lado, é importante não se deixar levar pois isso levará a outros erros constantes que o irão prejudicar.


OUTROS ARTIGOS:

Como construir o espaço de lazer mais produtivo

Os maiores mitos sobre o empreendedorismo


Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Tendências

Atualidade e inovação: o que está a mudar no empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais