Empreendedorismo

Como usar o Linkedin na sua Empresa


O Linkedin não é apenas um site de currículos – na verdade, fornece oportunidades importantes de conhecer colaboradores de negócios, fornecedores, editores, associações de empresas, entre outros.

 

Entretanto, e ao contrário de outras redes sociais, não apresenta o problema de confundir a informação pessoal com a profissional, expondo concretamente a sua experiência, aquilo que faz melhor e o lugar onde está no presente.

 

Todavia a questão continua: como empreendedor, como é que o Linkedin o pode ajudar?

 

Crie um perfil completo e melhore os seus contactos
- Imagem de Perfil: lembre-se que o linkedin é uma rede profissional, pelo que se aconselha o uso de uma imagem limpa em oposição a uma fotografia familiar; evite avatares ou logótipos, que dão a ideia de que se quer esconder de algo;
- Posição atual: é o seu pitch de 30 segundos, devendo ser claro e memorável. Não se esqueça de incluir palavras-chave do seu negócio;
- Experiência: escolha apenas aquelas que, de alguma forma, se relacionam com a sua atividade atual;
- Educação: um instituto de formação em comum pode ser uma das muitas formas de potenciais parceiros começarem por se interessar em si. Adicionalmente, não tenha medo de partilhar alguns detalhes divertidos sobre voluntariados ou clubes dos quais fez parte.
- Links: pode fornecer até 3 links no seu perfil pelo que se recomenda, pelo menos, a inserção do site do seu projeto (se existir) e a correspondente página de fãs do Facebook – não a sua página pessoal;
- URL próprio: para aumentar os resultados profissionais nos motores de pesquisa, coloque o seu perfil como publico e determine um url próprio, o que também lhe permitirá usar o link para promoção e inclusão na sua assinatura de email e cartão de visita, por exemplo;
- Recomendações: boas recomendações são sempre a chave do tesouro: qualquer pessoa – cliente, possível colaborador, investidor ou parceiro – se sente mais atraído por algo que é recomendado. Tente organizar pelo menos 5 recomendações de clientes, consumidores, parceiros e experts da indústria onde atua;
- Pedidos de amizade: sempre que visitar a rede, faça um update da sua rede de amigos, já que quanto maior esta for, mais interesse gerará a potenciais clientes;
- Grupos: participar em grupos demonstra a sua propensão para a interação, sendo ainda outra forma de encontrar possíveis clientes ou parceiros.

 

Crie um perfil de negócios/empresa
Para o conseguir, terá de fazer login e clicar na tab “empresas” e clique em “adicionar empresa”. Posteriormente, preencha a informação sobre a empresa e no final da página faça a verificação de que é, de facto, o representante oficial da mesma. A partir daqui poderá incluir outras informações, como uma descrição, logótipo, ano de início, indústria, indicação de links relacionados, entre outros.


Depois poderá começar a acrescentar produtos e serviços, ao clicar no botão “adicionar produto ou serviço”.
Por fim, pode criar uma homepage para os seus produtos/serviços. Uma das vantagens de criar uma página de negócios é que tem a oportunidade de fazer várias versões da sua landing page, pelo que as pode adaptar ao seu público específico.

 

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Plano de Redes Sociais

Como usar o Linkedin para recrutar

5 Ideias de Posts para as suas Redes Sociais

Contratar um Gestor de Redes Sociais: Sim ou Não?

 

Guias Teóricos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais

Agenda

Eventos na área do empreendedorismo

Saber mais