Elementos de marketing outrora populares que devem ser evitados


O marketing é e sempre foi um dos elementos fundamentais de qualquer empresa, adaptando-se ao cliente, à cultura e à era. Por exemplo, o modo como se promoviam produtos durante o século XVII é imensamente diferente daquele usado hoje em dia, contudo, ainda que seja óbvio compreender estas alterações, por vezes torna-se difícil percebê-las quando analisamos o marketing perto do atual. Não se deixe estagnar e perceba até que ponto alguns elementos já não deveriam estar a ser usados por si.


Correio

Anteriormente a melhor forma de chegar ao cliente, ou ao futuro cliente, o correio é hoje em dia pouco usado especialmente pelo quão caro fica ao remetente. Se o seu cliente-alvo é mais idoso esta pode ser uma boa estratégia mas acaba por aí. Atualmente as gerações mais novas (da geração dos anos 1960 para a frente) já estão maioritariamente conectadas a um computador e ao correio eletrónico. Quanto ao correio tradicional, este é utilizado essencialmente para enviar faturas e publicidade que na maioria dos casos acaba toda por ir para o lixo sem que o receptor leia o que recebeu. No final você estará a investir em algo que não surte grande efeito.


Panfletos

Se vende livros ou se consegue inserir o panfleto em algum dos seus produtos, este elemento pode não ser completamente inútil mas aqui falamos dos panfletos que se viam muitas vezes em cafés ou mini-mercados. Nesta altura as pessoas tinham acesso a novos produtos através desta estratégia, aproveitando quando iam pagar ou enquanto bebiam o café para ler os panfletos, contudo, hoje em dia já não é bem assim. Novamente este elemento irá pedir um grande investimento da sua parte e poucos são os consumidores que irão de facto visitar o seu site ou a sua loja porque viram um panfleto. Este deverá ser substituído por newsletters e posts nas redes sociais mais populares entre o seu cliente-alvo.


Anúncios de rádio

Parte dos chamados “velhos media”, a rádio continua a ser bastante popular entre a Geração X e alguma parte dos Millennials, contudo, a Geração Z raramente ouve rádio, preferindo ouvir a sua própria música em serviços como o Spotify. Por isso, se o seu cliente-alvo for mais jovem, investir em anúncios de rádio não deve fazer parte do seu marketing.


Esteja sempre atento às tendências e ao modo como o seu cliente vai mudando com os anos ou consoante o meio onde vive. Uma estratégia de marketing não deve estagnar mas sim manter-se em constante atualização.


ARTIGOS RELACIONADOS:

Redes sociais ótimas para marketing que todos esquecem

Como adaptar a sua estratégia de marketing via e-mail à Geração X


Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Tendências

Atualidade e inovação: o que está a mudar no empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais