Empreendedorismo

Como melhorar as suas hipóteses de receber um empréstimo


Candidatar-se a um empréstimo bancário pode ser uma experiência frustrante e mistificadora para pequenos empreendedores. Percorra, a seguir, um breve guia para o ajudar a navegar no mundo dos bancos e banqueiros.

 

Quais as preocupações do banco/banqueiro?
A maior preocupação do banco/banqueiro é a proteção do seu capital, consequentemente a sua posição é sempre muito defensiva. Lembre-se que a as suas primeiras prioridades são como recuperar o empréstimo e como ganhar uma taxa de juros razoável. O seu sucesso, prosperidade e a possibilidade de abrir novas contas com eles surge apenas em terceiro lugar.
Para o contornar, escreva uma proposta de financiamento completa, onde detalhe tudo o que precisa, para quê, quando e como planeia devolvê-lo.

 

O que é que o banco/banqueiro procura?
Há seis pontos que deve enfatizar na sua apresentação e proposta:
- Personalidade e Experiência passada: a sua experiência com o banco é de importância crítica, já que o julgamento vai ser feito com base nas suas performances passadas;
- Capacidade: é calculada sobre o montante de dívida que o seu negócio consegue suportar. O rácio dívida/património líquido é muitas vezes utilizado para justificar decisões de crédito;
- Mostrar que o seu plano pode fazer a diferença: demonstre como é que o empréstimo poderá aumentar os seus rendimentos e reduzir rapidamente o rácio da dívida/património líquido;
- Condições: lembre-se que as condições económicas – regionais e nacionais – têm um efeito profundo na decisão de crédito. Se for prevista uma depressão, por exemplo, a tarefa não será nada fácil;
- Colateral: uma segunda fonte para o pagamento do empréstimo – se as coisas correrem mal, o seu banco/banqueiro vai querer ter uma rede de salvamento bem à mão;
- Credibilidade: conhece o seu negócio? Tem os pés assentes na terra? Os seus planos são credíveis e executáveis?
- Plano de Contingência: os bancos/banqueiros gostam de ver que planeia as coisas com antecedência, e um plano de contingência – analisando as situações de pior cenário e as suas respetivas ações de solução - prova isso mesmo.

 

Bancos/banqueiros e o Risco
Os bancos/banqueiros são avessos ao risco e às surpresas. Lembre-se que algumas das principais razões para as negações de créditos são:
- Pouca equidade do proprietário;
- Registo de rendimentos insuficiente;
- Gestão e estratégia questionáveis;
- Poucas garantias;
- Sistema de contabilidade inadequado;
- Startups ou novas empresas.

 

Como lidar com o seu banqueiro
A relação que estabelece com o seu banqueiro deve ser profissional sem necessitar de ser hostil ou antagónica. Seja sempre honesto, e perca algum tempo à procura de um banqueiro com quem consiga trabalhar. Pergunte a amigos, a contabilistas, a outros empreendedores. Estude bem o crédito que necessita para o seu empreendimento, e não tenha receio de tirar dúvidas. Se se deparar com algum problema pelo caminho, não espere até ter a corda na garganta e informe-o imediatamente. Por fim, lembre-se que é importante que não dependa apenas de um banqueiro.

 

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Hot Money

 

 

Guias Teóricos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Agenda

Eventos na área do Empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais