Empreendedorismo

Preparação de uma apresentação em público


Nem toda a gente é agraciada com o à vontade para falar em público, e se não é um desses sortudos, há grandes hipóteses de se sentir consumido pelo pânico quando tiver de organizar uma apresentação para uma audiência.

 

O segredo não está em livrar-se dos nervos, mas saber lidar com eles e usá-los como uma vantagem – afinal, nervos são uma forma de manifestação de energia.

 

1º passo – Conheça a audiência
Se estiver a fazer uma apresentação para colaboradores, este passo torna-se muito mais acessível, todavia se tiver de preparar uma apresentação para outro tipo de audiência, é importante que procure saber um pouco sobre ela antes da mesma, para que possa partilhar material interessante e útil para ela. Pergunte a uma amostra da audiência o que esperam da apresentação e considere mostrar a estrutura da mesma a algumas pessoas, que lhe poderão apontar se está algo a mais ou em falta.

 

2º passo – Conheça o material
Não há nada pior para os nervos do que tentar fazer uma apresentação num tema que não domina. A partir das informações que recolheu a partir do 1º passo, certifique-se de que o seu material corresponde às necessidades da audiência. Outro ponto importante a relembrar é que é impossível cobrir tudo sobre um determinado tópico em apenas uma apresentação – se o tentar fazer vai sempre falhar, ser demasiado longa e aborrecida. Aprenda a selecionar o estritamente necessário e a ter à mão alguma informação adicional mais curiosa para partilhar se o tempo o permitir. Para tornar a apresentação mais dinâmica e viva, inclua algumas questões dirigidas ao público.

 

3º Passo – Estruture a apresentação
Memorizar um texto pré-feito para uma apresentação é uma prática comum mas pouco recomendável se tem tendência a ficar nervoso/a – por um lado, um texto decorado é muito mais passível de ser declamado de forma quase “robótica”, por outro, uma branca ou esquecimento podem manchar a apresentação. É muito melhor estruturar a apresentação e alinhar pequenas pistas sobre os temas a abordar. Uma ideia para aplicar este passo é utilizar cartões ou slides com frases-chave.

 

4º passo – Pratique, pratique, pratique
Apesar de se desencorajar a memorização “palavra por palavra”, deve estar bastante confortável com o material e a forma como o vai fazer passar. A familiaridade traz confiança, e a prática ajuda-o a discursar de forma mais natural. Uma boa técnica de análise da sua performance é gravar-se em vídeo para depois observar o tom, velocidade e linguagem corporal e ajustá-los da melhor forma.

 

5º passo – Prepare-se com tempo
Tente antecipar problemas e tenha backups – por exemplo, leve a sua apresentação numa pen USB, mas envie-a também para o seu email. Chegue ao local da apresentação cedo para ter o tempo necessário para preparar o equipamento que irá utilizar (computador, por exemplo).

 

6º passo – Mantenha a calma
Pode contrariar algumas das reações fisiológicas do aumento da adrenalina através de algumas técnicas simples: respire fundo, beba água, sorria, fale mais devagar do que fala numa conversa normal, mexa-se durante a apresentação.

 

Guias Teóricos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Agenda

Eventos na área do Empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais