Empreendedorismo

Tudo o que precisa de saber sobre web analytics


Se o site da sua empresa recebe muitas visitas mas gera poucas vendas, talvez seja a altura de olhar mais atentamente para as suas ferramentas de web analytics.

 

De onde vem o tráfego da sua página? Quais são as páginas com mais visitas? Que percentagem de visitantes regressa ao site? Quantos destes visitantes são convertidos em consumidores/clientes?

 

A utilização de ferramentas de estatística web podem ajudar a responder a algumas destas perguntas, mas eis cinco pontos cruciais a levar em conta enquanto navega pelos seus resultados:

 

Os seus visitantes conhecem-no?
O objetivo de ter um site é liga-lo a potenciais clientes que nunca ouviram falar do negócio e não apenas pessoas que por acaso chegaram ao seu endereço. Um site bem desenhado e edificado deve ter apenas 5% de visitantes que lá chegaram com o nome da empresa.

 

Está a atrair potenciais clientes?
Vamos supor que fabrica instrumentos musicais. As pessoas que pesquisam “música” não irão ajudá-lo a vender, nem tampouco os que pesquisaram apenas “instrumentos musicais”. As pessoas que quer atrair são aquelas que pesquisam, por exemplo, “guitarra acústica fender”, e depois oferecer-lhes o melhor negócio possível.

 

A sua presença nos media sociais está a funcionar?
Se gasta cerca de 10% do seu tempo online em marketing nas redes sociais e cerca de 25% das visitas do seu site provém daí, está no caminho certo.

 

Os visitantes estão a sair/desistir da sua página?
O Google Analytics em particular tem um indicador chamado “bounce rate” que indica a percentagem de utilizadores do site que nunca clicaram em páginas adicionais. Se esta percentagem está acima dos 60 ou 70 %, está com problemas. Os termos de pesquisa que utilizam para encontrar o seu site dizem-lhe se são as pessoas que quer ou não. Se eles são os visitantes ideais e não estão a navegar na página, o problema é da página – conteúdos pouco atrativos, design obsoleto, estrutura confusa ou outro erro podem estar a afetar a sua performance.

 

Estão os visitantes a olhar para a sua “montra” de produtos/serviços?
O site é uma montra de produtos e serviços, pelo que é suposto gerar interesse neles com potencial de originar vendas. A homepage deve estar dividida em caminhos de tomada de decisão que separem rapidamente os visitantes de acordo com os seus interesses, para que possam chegar mais rapidamente à informação que necessitam.

 

Guias Teóricos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Agenda

Eventos na área do Empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais