Empreendedorismo

Como abrir uma Agência de Viagens


O mundo pode estar em crise, mas dificilmente podemos dizer que o setor turístico, no âmbito geral, veja alguma vez a sua fonte secar.

As agências de viagens e turismo assumem uma atividade múltipla que incluí a organização e/ou venda de viagens turísticas, reserva de serviços de alojamento, reserva de lugares em transportes, representação de outras agências (nacionais ou estrangeiras) e intermediação na venda dos respetivos produtos e, em alguns casos, serviços ligados à receção, transferência e assistência a turistas.

A criação de uma agência turística pode representar uma oportunidade de negócio única, mas requer cuidados específicos que não devem ser descurados no seu planeamento.


Estabelecer Serviços Oferecidos
Com o objetivo de começar o seu negócio de uma forma mais acessível e menos arriscada, deverá determinar o tipo de agência turística que quer começar por dirigir. Os serviços que poderá oferecer incluem reservas de transportes, reservas de estadias, pacotes especializados (ex: viagens ecológicas, viagens ao campo). Num outro plano, podem ainda dividir-se de acordo com o público-alvo – agências dedicadas a turismo familiar, empresarial, estudante, sénior, entre outros.


Plano de Negócios
Desenvolva um plano de negócios com especial enfoque nas informações sobre: filosofia de projeto (o que é, missão, a quem se dirige, etc.), análise de concorrência, relações públicas e marketing, projeções de lucro e orçamento, perspetivas de arrendamento, definição de parcerias.


Plano de Marketing
Desenvolva um plano de Marketing tendo como objetivo máximo a conquista de clientes e a promoção do negócio e do que este tem a oferecer. A incluir no plano: análise diagnóstico, análise SWOT, definição de objetivos, opções estratégicas, marketing-mix e plano financeiro.


Legislação
Os principais documentos legais a considerar na criação de uma agência de turismo são os seguintes:
- Decreto-Lei nº 61/2011, de 06.05, que regula o acesso e exercício da atividade das agências de viagens e turismo;
- Decreto-Lei nº 199/2012, de 24.08, que estabelece o regime de acesso e exercício da atividade das agências de viagens e turismo e adapta o regime com o Decreto-Lei nº 92/2010 de 26.07.


Licenciamento
Apenas as empresas com licença de agência de viagens e turismo emitida pelo Turismo de Portugal, I.P. podem exercer atividade. A Taxa de licenciamento tem o custo associado de 12.469,95 euros.


Seguro
Obriga-se toda a agência de turismo à prestação de garantia de um Seguro de Responsabilidade Civil, que cubra os riscos decorrentes da sua atividade.


Opções de Financiamento
Linha de Crédito PME Investe
Linha de Apoio à Qualificação da Oferta
Programa FINICIA
IEFP - Apoios à Criação de Empresas
IEFP - Apoios à Criação do Próprio Emprego


Operadores Turísticos
Os operadores têm a função de programar viagens - tipicamente em pacotes - vendendo-os depois às agências de viagens. Os principais a considerar nos seus contactos e parcerias são:
Club 1840 - com oferta diversificada;
Clube Viajar - de âmbito alargado, com ofertas consideráveis na Europa, cruzeiros e América Latina;
Cruzeiros Pullmantur - oferta de cruzeiros para o mercado nacional de um dos principais operadores turísticos de Espanha;
Image Tours - oferta especializada no Egipto e no Médio e Extremo Oriente;
Lusanova - oferece leque de programas no estrangeiro e Portugal;
Lusanova Tours - operadora com sede na cidade de Lisboa;
MundoVIP - operador turístico do Grupo Espírito Santo;
Nortravel - grandes Viagens, Ilhas Portuguesas, Espanha e Europa;
Quadrante Viagens​ - oferta de destinos para segmentos "alto" e "de luxo";
Soltour - ofertas incluem hotéis e estâncias nas Canárias e Caraíbas;
Soltrópico - oferta vasta e variada;
Terra Brasil - associado ao Grupo Pestana; também Terra África e Terra América;
Viagens Tempo - oferta de diversos programas de férias em Portugal, Espanha e circuitos europeus;
Portugal Tours - especializado em passeios de charme, cultura e natureza.


Software/Sistemas de Entrada e Gestão de Reservas
Uma ferramenta essencial para qualquer agência de viagens é um bom sistema de reservas. Entre os sistemas mais conhecidos e destacados em termos de qualidade/preço encontram-se:
Amadeus
Navitaire
Galileo


Opção de Franchising
A opção de franchising é uma boa possibilidade para agências de viagem que pretendam ultrapassar e prosperar em momentos de crise. Algumas das marcas em atuação no território português incluem a BesTravel, Almeida Viagens​, Halcon Viagens e Clickviaja.com.


Despesas de Investimento
Contratação de serviços
Contratação de empregados
Documentação, legalização e licenciamento da empresa
Material de Escritório
Material Informático
Software/Sistema de Gestão de Reservas


Custos Fixos
Renda (a existir espaço de atuação físico)
Despesas correntes (luz, água, internet)
Salários
Contabilidade
Seguros
Higiene e Segurança no Trabalho


Recursos humanos
Empregado (em loja)
Colaborador (serviços online)


Contactos Úteis
Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo
Direção Geral das Atividades Económicas
Portal da Empresa
Turismo de Portugal

Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Guias Teóricos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais

Inspirações

Livros, filmes, séries e jogos para inspirar o seu negócio

Saber mais