Empreendedorismo

Economia Social


A Economia Social agrupa atividades económicas que não visam, primariamente, o lucro e ainda que gozem de um caráter privado, têm os objetivos do setor público. Estes “atores económicos e sociais” nascem para responder a necessidades de pessoas ou comunidades e procuram aliar o interesse comum a uma atuação democrática.

 

De um modo geral, a economia social integra as seguintes entidades:

- Associação: podem destinar-se a vários objetivos: culturais, recreativos, desportivos, de pais, estudantis, de proteção civil, entre outros;

Cooperativa: podem ser de vários tipos, como agrícolas, de habitação, consumo, culturais, de ensino, de desenvolvimento, dedicadas ao ambiente, etc;

- Misericórdia: com o objetivo de satisfazer carências sociais e praticar atos de culto católico;

- Fundação: têm objetivos culturais, de defesa do património, de saúde, de ensino, entre outros;

-  Mutualidade: trabalham sobretudo nas áreas da saúde, ação social e regimes complementares de Segurança Social.

 

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Como criar uma Associação

Como criar uma Cooperativa

 

 

Guias Práticos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Agenda

Eventos na área do Empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais