Novas e perigosas formas de ser hackeado que deve conhecer já


Com os avanços dos métodos anti-hack é inevitável que novas ameaças comecem a surgir, motivo pelo qual deve permanecer em constante alerta. Atualmente a captura da sua voz e a inteligência artificial são as grandes preocupações que deve ter, fique a saber porquê.


Clonagem de voz

Softwares como o Deep Voice da chinesa Baidu permitem ao seu utilizador clonar um clip de áudio que será posteriormente analisado por uma inteligência artificial capaz de imitar a voz original e manipulá-la para afirmar o que desejar. O perigo principal e mais óbvio: conceder acesso a contas bancárias e outras informações sensíveis e pessoais protegidas por biométricas.


O discurso falso de Barack Obama

Em julho do ano passado, um vídeo de Barack Obama gerou alguma polémica ao alertar o mundo para uma das grandes novas ameaças - as Deepfake. Pesquisadores da Universidade de Washington criaram um Obama sintético que se assemelhava a este sonora e visualmente. À primeira vista, a imagem parece a de um ex-presidente real, pronto a dizer qualquer coisa que lhe passe pela cabeça. Depois deste primeiro teste, outros pesquisadores e entusiastas começaram a fazer as suas próprias experiências e não é difícil compreender que este será um problema grave nos próximos anos.


Capazes de clonar uma versão de si, os hackers podem fazê-lo insultar clientes, afirmar opiniões polémicas e prejudiciais, fazendo da sua imagem um refém. Com uma carta deste tamanho na mão, os hackers poderão obrigá-lo a pagar um resgate ou até a passar-lhes informação sensível de clientes. Para além disso, eles poderão estar a trabalhar com uma entidade que pura e simplesmente quer destruir a sua imagem, partilhando com os media imagens falsas que quase ninguém irá compreender como não verdadeiras. Provar a sua inocência poderá não ser complexo mas como sabemos as pessoas tendem a ouvir somente a primeira versão dos factos.


O verdadeiro perigo dos assistentes como a Siri e a Alexa

Úteis especialmente para quem tem uma agenda preenchida, os assistentes como a Siri (Apple) ou a Alexa (Amazon) permitem-lhe fazer compras online, aceder a ficheiros, fazer chamadas, elaborar listas de tarefas, organizar calendários, entre muitas outras funções. Contudo, um novo tipo de malware está a aproveitar igualmente as habilidades destes softwares, nomeadamente, através de ficheiros de áudio escondidos em vídeos do Youtube ou outro conteúdo. Gravados em frequências que o ouvido humano é incapaz de percepcionar, estes comandos são capturados pelos aparelhos, levando-os a fazer compras indesejadas ou até aceder a contas bancárias e fornecer dados sensíveis.


A tecnologia serve para facilitar as nossas vidas e para nos proteger, no entanto, ela será sempre usada igualmente para nos prejudicar. Com o avançar dos softwares anti-malware, os hackers terão de inventar novas formas de atacar imperceptivelmente e estas são algumas das ferramentas que já possuem.


ARTIGOS RELACIONADOS:

Dicas para impedir que seja prejudicado por hackers

5 dicas para evitar ataques de hackers


Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Guias Práticos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais

Notícias e Eventos

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais