A NOS apresentou, no dia 26 de fevereiro, em conferência de imprensa na sede da empresa, os resultados referentes ao ano de 2014.

Principais Destaques
• O ritmo operacional permaneceu muito forte nos serviços de comunicações, com ganhos de quota de mercado e com melhoria das tendências do desempenho financeiro dos serviços de comunicações.
• Melhoria sequencial dos resultados financeiros face ao período homólogo refletindo a forte regressão operacional ao longo do ano, bem como o ritmo intenso de crescimento e de investimento no reforço da posição competitiva no mercado nacional.



Destaques Operacionais
• O crescimento do número de serviços registou um novo recorde, com adições líquidas de 165,3 mil no último trimestre, atingindo 7,6 milhões.
• O número de serviços convergentes registou mais um trimestre de forte crescimento, com a adição de 365,5 mil novos serviços, atingindo 1,853 milhões. Os clientes convergentes já representam 29.2% da base de clientes de fixos, ou 385 mil clientes, pouco mais de um ano após o lançamento dos pacotes convergentes.
• O número de subscritores de serviços de televisão aumentou pela primeira vez desde o primeiro trimestre de 2012, com adições líquidas de 7,1 mil clientes, no último trimestre do ano.
• O número de subscritores de móvel aumentou 12,3% para 3,643 milhões, com adições líquidas de 107,4 mil subscritores no quarto trimestre de 2014 e com um aumento de 137,5 mil clientes no serviço pós-pago, refletindo positivamente a aposta nos produtos convergentes.
• O número de utilizadores da plataforma IRIS aumentou 60 mil, no último trimestre do ano, e já representam 81,4% da base de clientes de 3,4 & 5P. No 4º trimestre, a IRIS registou mais de 140 milhões de interações por dia e mais de 90 mil streams no período de pico.
• Os serviços de Banda Larga fixa aumentaram 7,7% para os 993 mil.
• A base de subscritores de telefone fixo verificou uma inflexão positiva no trimestre, com um crescimento de 0,9%, atingindo 1,477 milhões.
• O ARPU no acesso fixo residencial aumentou 9,8% para 39,8 euros, refletindo o crescimento do número de serviços vendidos.
• O número de serviços empresariais aumentou 8,4% para 1,065 milhões, com crescimento de serviços de televisão paga de 24%, para 85,4 mil, de banda larga fixa de 19,8% para 109,2 mil e de 6,7% nos serviços móveis para 668,9 mil.
• No último trimestre de 2014, a NOS continuou a aumentar penetração da sua rede fixa de nova geração, aumentando o número de casas com acesso em cerca de 70 mil. O número de lares com cobertura aumentou 2,6% para 3,326 milhões.


Destaques Financeiros

• As Receitas de Exploração atingiram 353,8 milhões de euros no 4º trimestre, mais 6 milhões de euros que o trimestre anterior e apenas 0,7% abaixo do trimestre homólogo. O último trimestre do ano representou o melhor trimestre de 2014 e representa uma significativa melhoria face ao início de 2014. Apesar da melhoria sequencial em todos os trimestres, as receitas totais de 2014 apresentam uma quebra de 3% para 1,383 mil milhões de euros.
• O EBITDA consolidado registou uma evolução positiva sequencial em todos os trimestres tendo registado uma quebra de 4,9% para 510,5 milhões de euros em 2014. Considerando o contributo das operações de empresas associadas e joint ventures o EBITDA registou uma quebra de 3% para 524,4 milhões de euros.
• Capex total aumentou 38,9% para 374,4 milhões de euros, com o CAPEX não recorrente a passar de 8,1 milhões, em 2013, para 98,6 milhões de euros em 2014.
• O Resultado Líquido, em 2014, aumentou 17,8% para 74,7 milhões de euros. No quarto trimestre o Resultado Líquido atingiu 12,3 milhões de euros, valor que compara com resultados negativos de 13,1 milhões de euros no trimestre homólogo de 2013.

Consulte aqui o documento completo.