Cinco respostas para simplificar o 5G

O 5G da NOS chegou às empresas

Todas as empresas podem transformar o impossível em possível com o 5G da NOS. A nova rede móvel já chegou e pode ser experimentada gratuitamente até 31 de janeiro para que o seu negócio faça o que nenhum outro fez.

24 de novembro 2021

É um dos momentos definidores da nossa era. Já não há ligações impossíveis agora que o 5G da NOS chegou. A nova geração de rede móvel é um salto tecnológico sem precedentes e a NOS está pronta para apoiar os negócios do futuro, os desafios de digitalização de todas as empresas. Com mais velocidade e uma capacidade de resposta instantânea, o 5G da NOS permite às empresas ligarem os seus negócios de formas que nunca imaginavam.

Conheça tudo o que é preciso para transformar o seu negócio com o 5G da NOS.

Quando é que a minha empresa tem acesso ao 5G?

Já. A rede 5G já está disponível para os clientes empresariais da NOS, que foi a primeira operadora a garantir a disponibilização da cobertura 5G em Portugal.



A minha empresa já está pronta para o 5G?

Há quatro elementos indispensáveis para usufruir da rede 5G. Em primeiro lugar, é essencial criar um plano estratégico que antecipe as necessidades e o impacto que o 5G terá no seu negócio, assim como apostar na formação dos colaboradores.

Em segundo lugar, é necessário que os equipamentos estejam prontos para o 5G, isto é, um smartphone que suporte todas as funcionalidades desta nova geração de rede móvel.

Também é preciso ter cobertura 5G. Este passo já foi dado em Portugal e, se transitar entre zonas que têm e outras que não têm cobertura de 5G, a mudança entre a nova rede e o 4G será automática.

Por último, a NOS vai ter tarifários 5G pensados para todo o tipo de empresas. E até 31 de janeiro, com o seu tarifário atual da NOS, pode ativar o 5G na App NOS e experimentar sem custos a velocidade nunca vista da nova rede. Caso tenha um tarifário com 10GB ou mais no seu negócio, não precisa de fazer nada: já tem 5G.

Estes são todos os requisitos necessários. Não há, por exemplo, qualquer necessidade de trocar cartões SIM. Para além disso, a NOS tem equipas de especialistas que podem criar soluções à medida e ajudar a sua empresa a fazer o que ninguém fez.



O 5G vai substituir o 4G?

As duas gerações de rede móvel vão conviver, o que significa que os telemóveis sem capacidade de comportar o 5G vão continuar a funcionar na rede 4G. No entanto, a sua empresa não vai conseguir usufruir de todos os benefícios desta nova geração de rede móvel.



Quais os benefícios do 5G para as empresas?

Em primeiro lugar a velocidade. O 5G é até 100 vezes mais rápido do que o 4G e isso significa que, na prática, a análise de dados é feita em tempo real, sem falhas, com uma qualidade nunca vista. O 5G pode atingir velocidades de 10 Gbps.

Com esta componente, o 5G permite explorar use cases de realidade aumentada e virtual, cujos conteúdos são pesados e exigem grandes velocidades, de modo a ser disponibilizada uma experiência de qualidade. Um exemplo prático é a utilização de realidade aumentada no e-commerce, para testar produtos (calçado, acessórios, etc), sem necessidade de os colocar fisicamente. A velocidade de download dos modelos 3D é muito importante para que a experiência seja agradável e fluída.

A segunda grande vantagem é a redução da latência a valores que aproximam vertiginosamente a comunicação do tempo real . A latência é o tempo que medeia uma ação e a sua consequência noutro dispositivo - no fundo, o tempo de resposta da rede.

Numa videoconferência, por exemplo, a imagem não produz um efeito exatamente imediato. Isto acontece porque a latência do 4G é de 25 a 35 milissegundos. Com o 5G, a latência passa a menos de cinco milissegundos e isso abre um mundo de possibilidades, como as cirurgias remotas ou a condução autónoma.

A isto soma-se uma superior capacidade da rede. O 5G permitirá suportar cerca de 1 milhão de devices conectados por km2, em comparação com cerca de 100 mil do 4G. Significa isto que vai ter mais facilmente conexão em zonas e situações em que uma grande quantidade de pessoas se quer ligar à rede, como em estádios, salas de espetáculo ou festivais. O 5G é para todos ao mesmo tempo, mais rápido, sem falhas.



Vale a pena investir já em soluções e equipamentos 5G ou é melhor esperar?

Mais do que o futuro, o 5G é o presente, já é uma realidade. Se está a pensar em estratégias em que a rede tem um papel principal, como o desenho de experiências imersivas com recurso à realidade aumentada, faz sentido começar já a planear o que a sua empresa precisa para esta revolução. Lembre-se que fazer um upgrade nos seus equipamentos não se fica pelos aspetos que continuam a ser melhorados a cada lançamento, como os processadores, as câmaras fotográficas ou a memória. É preparar-se para viver os benefícios do 5G desde o primeiro instante.

A partir de agora não há ligações impossíveis. As possibilidades de transformação dos negócios com o 5G - trabalho presencial ou remoto, mobilidade, logística, indústria, vendas físicas ou digitais - vão surgir a todo o momento. Os negócios do futuro são suportados no digital e as características da rede 5G são críticas para essa evolução. A velocidade das ligações móveis é apenas o primeiro fator de mudança que as empresas podem desde já sentir com o 5G da NOS.

Share this

Artigos Relacionados

  • Guia de bolso para quem precisa de saber tudo sobre o futuro com o 5G

    Guia de bolso 5G

    Guia de bolso para quem precisa de saber tudo sobre o futuro com o 5G

    Com o 5G vamos poder fazer o que ninguém fez. Este guia ajuda a perceber as mudanças que estão a chegar.

  • 5G: O salto após três séculos de evolução tecnológica

    Luis Neves GESI

    5G: O salto após três séculos de evolução tecnológica

    Três séculos depois, o 5G é o 'combustível' da nova revolução à escala mundial. Mais do que um ganho tecnológico, permite transformar a sociedade.

  • Deloitte prevê enorme impacto do 5G nas empresas portuguesas

    Luis Neves GESI

    Deloitte prevê enorme impacto do 5G nas empresas portuguesas

    A consultora estima um crescimento de 17 mil milhões na economia portuguesa pelo 5G, até 2035.