Popybox


Miguel Pinto Mateus é o mentor da PopyBox, um conceito inovador que agora chega a Portugal e oferece beleza dentro de uma caixa.

Qual é o negócio?
Inserido no comércio da descoberta, a PopyBox é a primeira Beauty Box portuguesa. Propomos às mulheres uma nova forma de consumir produtos de cosmética, beleza e bem-estar. Mensalmente, as subscritoras da PopyBox recebem, no conforto de sua casa, uma seleção de 5 miniaturas de produtos de beleza de diferentes marcas, escolhidos criteriosamente em função do seu perfil.

De onde nasceu?
O conceito é inspirado numa ideia que nasceu em 2010 do encontro de duas jovens num MBA em Harvard, com o intuito de ajudar os consumidores a encontrarem, no vasto mercado de cosmética, os produtos ideais para si. Atualmente, este modelo de negócio está a proliferar um pouco por todo o mundo.

Missão?
Por um lado, ajudar os consumidores a descobrir, experimentar e comprar melhor produtos de beleza, através de uma experiência única. Por outro lado, ajudar as marcas parceiras a ativar os novos lançamentos de produtos junto das suas clientes-alvo.



Financiamento?
100% capitais próprios assegurado por investidores nacionais.

Promoção?
Na fase de pré-lançamento em que nos encontramos, temos vindo a comunicar o serviço através do nosso site – www.popybox.pt, e através da nossa presença nas redes sociais (Facebook, Pinterest, Youtube e Twitter). Entretanto, também temos algumas parcerias estabelecidas com a imprensa e bloggers da especialidade, para ativação aquando do lançamento da primeira edição da PopyBox.

Onde esperam chegar?
Nesta fase, a PopyBox está concentrada em desenvolver um modelo sustentável para o universo feminino no mercado português. Naturalmente, o modelo pode depois ser replicado noutras categorias, como é o caso do mundo masculino ou das pré-mamãs, que, aliás tem suscitado muito interesse por parte de algumas marcas. Só depois de bem testado e afinado o modelo no mercado português é que se poderá projetar a nível internacional.

Como lidaram com a incerteza inicial?
Acreditando fortemente no valor criado pelo projeto. Adicionalmente, o sucesso que o modelo de negócio está a ter, a nível internacional, é muito motivador. Apesar de tudo isso, dado o contexto económico em que o país se encontra, há momentos em que temos de fechar os olhos e acreditar que estamos a tomar a melhor decisão.

Vosso maior trunfo? Ingrediente secreto?
Hard work num ambiente descontraído, gostar e acreditar no que fazemos.

O que sugerem a quem começa?
Pensem no estilo de vida que levam, que gostariam de levar e validem-no com o tipo de projeto que estão prestes a arrancar. Depois, é só arregaçar bem as mangas e prepararem-se para a viagem da vossa vida pois não há dois dias iguais.

Mais informações em popybox.pt

Data de criação: 27 de junho de 2014
Data de modificação: 01 de julho de 2014