Emprego: O que deve perguntar às referências do candidato


Quando contrata para a sua empresa é fulcral que não se inspire somente nos currículos e nas entrevistas dos candidatos pois estas estão a ser conduzidas por eles e existe alguma informação que irá captar somente se falar com antigos colegas ou chefias. Se lhe foi fornecida uma lista de referências, saiba sobre o que os deve questionar.


Quem é a referência?

É importante perceber quem é exatamente a referência, se um colega de longa data ou uma chefia. De igual modo, tente compreender se esta referência tinha contacto direto e frequente com o candidato. Uma referência de alguém indiferente ao candidato pode tornar-se demasiado vaga ou até exagerar determinadas qualidades. Idealmente deve procurar o relato de alguém próximo que de facto conheça o trabalho e a personalidade do candidato.


Confirme a informação sensível

A posição e as responsabilidades do candidato devem sempre ser confirmadas, garantindo que ele não embelezou o currículo ou que nele adicionou cargos que tiveram duração demasiado curta para de facto ter aprendido alguma coisa.


A razão da saída da empresa

O candidato pode ter saído da empresa por diversas razões que nada implicam falta de capacidades. Ele pode ter sentido que estava na altura de uma mudança ou a empresa pode ter terminado o contrato por não precisar mais dos seus serviços. É importante compreender a razão que levou ao “despedimento” pois esta pode dar-lhe alguma informação sobre qual será o seu desempenho e a sua motivação para trabalhar na sua empresa.


Capacidade de assumir a responsabilidade

Problemas e obstáculos são inevitáveis mas terá sido o candidato capaz de se responsabilizar pelos seus erros, aprendendo com eles e evitando culpar colegas? Contratar alguém que seja incapaz de se responsabilizar pelas suas ações ou que tenda a culpar colegas irá não somente prejudicar a produtividade da empresa como, eventualmente, ser a base para uma relação pouco saudável entre a equipa.


Quais as qualidades e os defeitos

Esta pergunta foi provavelmente feita durante a entrevista mas é fácil fabricar uma resposta “politicamente correta”, por isso, deve confirmar com as referências quais as suas qualidades e quais os seus defeitos reais, garantindo que a escolha é a acertada.


Nunca é demais conferir toda a informação que possa, até estar tranquilizado sobre tudo o que pode influenciar a performance do profissional e a produtividade da sua empresa. Uma contratação certa pode ajudá-lo a crescer mas uma má contratação pode colocar o seu futuro em risco.


OUTROS ARTIGOS:

Prepare-se para uma entrevista de emprego em inglês (ou outra língua não-materna)

Como lidar com conflitos dentro da sua empresa


Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Tendências

Atualidade e inovação: o que está a mudar no empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais