Empréstimo | Como melhorar as suas hipóteses


Candidatar-se a um empréstimo bancário pode ser uma experiência frustrante e mistificadora para pequenos empreendedores. Percorra, a seguir, um breve guia para o ajudar a navegar no mundo dos bancos e banqueiros.


LEIA TAMBÉM: Amazon: Perguntas frequentes de quem pretende publicar o livro


Quais as preocupações do banco/banqueiro?

A maior preocupação do banco/banqueiro é a proteção do seu capital, consequentemente a sua posição é sempre muito defensiva. Lembre-se que a as suas primeiras prioridades são como recuperar o empréstimo e como ganhar uma taxa de juros razoável. O seu sucesso, prosperidade e a possibilidade de abrir novas contas com eles surge apenas em terceiro lugar.


Para o contornar, escreva uma proposta de financiamento completa, onde detalhe tudo o que precisa, para quê, quando e como planeia devolvê-lo.


O que é que o banco/banqueiro procura?

Há seis pontos que deve enfatizar na sua apresentação e proposta:

- Personalidade e Experiência passada: a sua experiência com o banco é de importância crítica, já que o julgamento vai ser feito com base nas suas performances passadas;

- Capacidade: é calculada sobre o montante de dívida que o seu negócio consegue suportar. O rácio dívida/património líquido é muitas vezes utilizado para justificar decisões de crédito;

- Mostrar que o seu plano pode fazer a diferença: demonstre como é que o empréstimo poderá aumentar os seus rendimentos e reduzir rapidamente o rácio da dívida/património líquido;

- Condições: lembre-se que as condições económicas – regionais e nacionais – têm um efeito profundo na decisão de crédito. Se for prevista uma depressão, por exemplo, a tarefa não será nada fácil;

- Colateral: uma segunda fonte para o pagamento do empréstimo – se as coisas correrem mal, o seu banco/banqueiro vai querer ter uma rede de salvamento bem à mão;

- Credibilidade: conhece o seu negócio? Tem os pés assentes na terra? Os seus planos são credíveis e executáveis?

- Plano de Contingência: os bancos/banqueiros gostam de ver que planeia as coisas com antecedência, e um plano de contingência – analisando as situações de pior cenário e as suas respetivas ações de solução - prova isso mesmo.


Bancos/banqueiros e o Risco

Os bancos/banqueiros são avessos ao risco e às surpresas. Lembre-se que algumas das principais razões para as negações de créditos são:

- Pouca equidade do proprietário;

- Registo de rendimentos insuficiente;

- Gestão e estratégia questionáveis;

- Poucas garantias;

- Sistema de contabilidade inadequado;

- Startups ou novas empresas.


Como lidar com o seu banqueiro

A relação que estabelece com o seu banqueiro deve ser profissional sem necessitar de ser hostil ou antagónica. Seja sempre honesto, e perca algum tempo à procura de um banqueiro com quem consiga trabalhar. Pergunte a amigos, a contabilistas, a outros empreendedores. Estude bem o crédito que necessita para o seu empreendimento, e não tenha receio de tirar dúvidas. Se se deparar com algum problema pelo caminho, não espere até ter a corda na garganta e informe-o imediatamente. Por fim, lembre-se que é importante que não dependa apenas de um banqueiro.


LEIA TAMBÉM: Dicas para pedir investimento à sua família e amigos


Prepare-se devidamente e demonstre de que forma está preparado para assumir esta grande responsabilidade.

Keywords: Empréstimo, NOS Empresas, CUE, Criar uma Empresa, Empreendedor, Empreendedorismo


Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Tendências

Atualidade e inovação: o que está a mudar no empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais