FoMO: Como lidar com este problema no dia-a-dia


Quando se fala dos problemas que mais afetam os profissionais atualmente, o FoMO costuma aparecer regularmente. O “Fear of Missing Out” é um síndrome que perturba milhões de pessoas por todo o mundo, criando uma situação de ansiedade constante proveniente do sentimento de estar a perder um momento importante sempre que vê os seus colegas ou amigos fazerem alguma coisa - ir ao cinema, viajar, jantar fora, entre outros. Uma das razões que leva a esta situação é o uso constante das redes sociais, em permanente alerta sobre as atividades de quem nos rodeia e se há profissão que mais leva a este síndrome é a de empreendedor.


LEIA TAMBÉM: Elevator Pitch: Como vender a sua ideia eficazmente


Descubra o que o faz feliz

Entenda que só porque o seu colega foi passar duas semanas a Roma, você não tem de o fazer. Quem sabe, até odeia viajar. Procure aquilo que de facto o faz feliz e perceba que todos temos sonhos e preferências diferentes. Enquanto o colega vai a Roma, visite um Museu da sua cidade, escreva um livro, ou passe o dia a ver os seus filmes favoritos.


Não acredite nas redes sociais

Um dos elementos que mais causa o FoMO é o facto de apenas ver os outros nos seus melhores momentos, sempre a sorrir, sempre a agradecer pelo que a vida lhes dá. Temos uma notícia para si, ninguém é feliz sete dias por semana, 365 dias ao ano. Todos nos sentimos desmotivados, todos sentimos que podíamos estar a fazer outra coisa, todos temos discussões com os parceiros, todos temos familiares doentes. Não deixe que as redes sociais “provem” que você é um “falhado” pois está em casa a pensar nos problemas. Tirar uma fotografia a sorrir é fácil.


Afaste-se das redes sociais

Temos outra notícia para lhe dar, você consegue viver sem redes sociais! Se sente que estas plataformas estão a prejudicar a sua saúde mental, crie um horário específico para as usar - para trabalho, por exemplo. Desligue-as quando chega a casa ou pelo menos retire as notificações. Aprenda a viver sem estar constantemente a seguir os passos dos outros e use o tempo para si e somente para si. Inicialmente poderá ser difícil pois as redes sociais atuam como uma droga mas com o tempo verá melhorias na sua saúde.


Não tenha receio de procurar um profissional

Falar com um terapeuta ou um psicólogo está a deixar de ser tabu. Quando sente uma dor física vai a correr para o hospital, faça o mesmo quando se sente deprimido ou exausto. A sua saúde mental é tão ou mais importante que a sua saúde física e irá afetar a sua produtividade que, por conseguinte, irá piorar a sua saúde. Existem inclusivamente especialistas em determinados problemas, algo ideal se conseguiu perceber qual o seu problema específico.


LEIA TAMBÉM: Marketing: Estão os seus anúncios a afastar os seus clientes?


Reflita sobre o que deseja para si e não se inspire somente no que os outros querem fazer. Evite as redes sociais e saiba viver sem elas, aproveitando ao máximo a sua vida. E, claro, sublinhamos a importância de procurar ajuda profissional sempre que precisar ou mesmo que acredite que não precisa, falar e encarar os problemas ajuda sempre.


Keywords: FoMo, Fear of Missing Out, NOS Empresas, CUE, Criar uma Empresa, Empreendedor, Empreendedorismo


Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Tendências

Atualidade e inovação: o que está a mudar no empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais