Livro de empreendedorismo: Os erros comuns de jovens escritores


Quase todos os empreendedores já pensaram em escrever um livro para ajudar os outros a alcançar os seus sonhos, e muitos talvez até já o tenham começado a desenvolver, só para acabarem desanimados com o projeto quando começam a surgir problemas e contratempos.


LEIA TAMBÉM: Marketing: Vantagens de publicar o seu livro


Para o ajudar a superar estes problemas, nós compilámos algumas dicas e desenvolvemos este pequeno guia que promete ajudá-lo a superar alguns dos erros mais comuns aquando da criação de um novo livro sobre a área.


Convença-se logo de início que escrever um livro não é tarefa fácil

Escrever um livro não é uma tarefa para todos, e de tal forma, se esse é mesmo o seu objetivo, deve manter a cabeça fria e ciente de que este será um processo demorado e cansativo. Estar mentalmente preparado para esta empreitada dantesca é o primeiro passo para o sucesso.


Não pense no primeiro capítulo como a primeira coisa a escrever

Tal como acontece em outras obras, o início nem sempre é a primeira coisa a ser criada. Por vezes, os autores têm de descobrir o objectivo final, de forma a conseguirem descobrir a melhor forma de se começar a obra. De tal forma, não deve deixar que a falta de ideia ou inspiração para o primeiro capítulo coloque em causa todo o seu livro.


As revisões não se devem tornar num empecilho

A sua principal preocupação enquanto desenvolve o primeiro rascunho do manuscrito é escrever, as revisões são algo que surgem depois da estrutura da obra estar toda definida de desenvolvida, e não deve deixar que elas o desanimem. É natural que o primeiro rascunho não seja uma obra perfeita, nunca o são, e quanto mais tempo passar entre a escrita e a revisão, melhor será para a criação de novas ideias.


Não tente escrever como se fosse outra pessoa

A voz do seu livro deve ser simples, e fácil de entender, e nada melhor para exprimir as suas ideias do que escrever com a sua própria voz. Não tente imitar autores que conheça, seja você mesmo.


Fale apenas daquilo que entende

Não há nada pior durante a escrita de um livro, do que mergulhar num assunto do qual não se tem conhecimentos suficientes. Para além de poder induzir o leitor em erro, dando-lhe informações erradas, pode mesmo levar a que esta informação se torne confusa e imperceptível.


Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Tendências

Atualidade e inovação: o que está a mudar no empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais