Pink Economy: O que é a economia cor-de-rosa?


Provavelmente já ouviu falar do termo pink economy, em especial durante o Pride Month, mas será que sabe o que é a economia cor-de-rosa? Neste artigo mostramos-lhe o essencial do movimento, para que possa estar a par de algo importante que está a decorrer na nossa sociedade hoje em dia.


LEIA TAMBÉM: Diversidade: Sinais de que o seu programa de inclusão deve ser revisto


O que é a pink economy?

Considera-se como pink economy o poder de compra da comunidade LGBTQIA+, bem como o mercado socioeconómico deste grupo de pessoas, incluindo a publicidade e o modelo de trabalho das empresas que fornecem produtos. É preciso sublinhar que a pink economy não é a mesma coisa que o pink capitalism, cujo é bastante criticado por usar a cultura LGBTQIA+ como marketing, com o único intuito de conseguir retorno financeiro. A pink economy, por outro lado, tem como foco servir a comunidade, possuindo estratégias éticas.


Qual a sua origem?

O movimento começou nos Estados Unidos da América durante a década de 1960, altura em que algumas marcas perceberam que o poder de compra desta comunidade era superior à de outros casais, prestando atenção a um público-alvo até aqui ignorado devido ao tabu.


Quais os produtos que mais circulam?

Ainda que fazer parte da comunidade LGBTQIA+ não signifique a não existência de crianças, assim como nem sempre elas existem em casais heterosexuais, existe por norma um maior poder de compra e uma disponibilidade para adquirir produtos mais caros e de melhor qualidade.


Da comunidade para a comunidade

Com os anos e a diminuição da intolerância, houveram algumas mudanças na pink economy, nomeadamente, no aumento de produtos criados a pensar nos problemas que a comunidade enfrenta mas que ainda não possuem soluções. De igual modo, as empresas LGBTQIA+, conseguem agora um lugar especial no mercado, não tendo de vender os seus produtos e serviços por vias difíceis e muitas vezes invisíveis.


Para terminarmos o nosso breve artigo, vale a pena relembrar que um estudo desenvolvido pela LGBT Capital em 2018, mostrou que a comunidade move cerca de 3.6 mil milhões de dólares. Se fosse um país, ele seria o quinto mais rico do mundo, prova da sua grande contribuição para a economia, por exemplo.


Keywords: Pink Economy, NOS Empresas, CUE, Criar uma Empresa, Empreendedor, Empreendedorismo


Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Tendências

Atualidade e inovação: o que está a mudar no empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais