A NOS apresentou os resultados referentes ao 1T15, período em que registou um nível de crescimento de quota de mercado importante, regressando ao crescimento das receitas e consolidando a liderança na inovação.

Principais Destaques
• A NOS registou mais um trimestre de forte crescimento dos seus indicadores operacionais, facto que impulsionou ganhos de quota de mercado e o regresso ao crescimento das receitas.

• Os resultados financeiros progrediram positivamente, com o EBITDA a aumentar 0,4% face ao trimestre homólogo de 2014, quando incluído o contributo das empresas associadas. O Resultado Líquido continuou a ser impactado por fatores não recorrentes referentes a custos da fusão.

Destaques Operacionais
• Forte crescimento do número de serviços, com adições líquidas de 151,3 mil no último trimestre, atingindo 7,76 milhões no total.

• O número de clientes convergentes continuou a aumentar, com a adição de 72,2 mil clientes no primeiro trimestre do ano, atingindo os 456,8 mil. O número de serviços convergentes progrediu 341,3 mil, atingindo 2,2 milhões, representando 32,2% da base de clientes de fixos, percentagem que compara com apenas 9,7% no trimestre homólogo.

• Confirmação da inflexão positiva na base de clientes de TV por subscrição, com adições líquidas de 11,9 mil clientes nos primeiros três meses de 2015.

• O número de subscritores de móvel aumentou 13,4% para 3,730 milhões, com adições líquidas de 87,2 mil subscritores no primeiro trimestre de 2015 e com um aumento de 123,4 mil clientes no serviço pós-pago, refletindo a aposta nos produtos convergentes.

• O número de utilizadores da plataforma IRIS aumentou em 49 mil, no primeiro trimestre do ano, e já representam 84,6% da base de clientes de acesso fixo de 3,4 & 5P.

• Os serviços de Banda Larga fixa aumentaram 10,8%, ultrapassando pela primeira vez a barreira de um milhão de clientes.

• O ARPU no acesso fixo residencial aumentou 12% para 41,5 euros, refletindo a crescente proporção de pacotes convergentes e de maior valor no mix de clientes.

• No primeiro trimestre de 2015, a NOS continuou a aumentar a cobertura da sua rede fixa de nova geração, aumentando o número de casas com acesso em cerca de 67,3 mil. O número de lares com cobertura aumentou 4,2% em comparação com o período homólogo de 2014, para 3,393 milhões.

Destaques Financeiros
• As Receitas de Exploração regressaram ao crescimento, ao registarem, no primeiro trimestre deste ano, um aumento de 2% face ao período homólogo do ano passado, atingindo 344,1 milhões de euros.

• O EBITDA incluindo o contributo das operações de empresas associadas e joint ventures evoluiu 0,4% para 135,3 milhões de euros. O EBITDA consolidado continuou a registar uma evolução positiva sequencial em todos os trimestres tendo registado uma quebra de apenas 1,5% para 127,9 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano.

• O CAPEX total atingiu 94,3 milhões de euros, um valor bastante superior ao verificado no período homólogo devido ao plano de expansão de rede e à aceleração do investimento comercial.

• O Resultado Líquido no primeiro trimestre de 2015 situou-se em 23,2 milhões de euros, menos 2 milhões de euros do que do período homólogo do ano passado, ainda impactado por efeitos não recorrentes da fusão.


Conheça em pormenor os Resultados do 1T15