A ZON Multimédia foi um grupo empresarial que integrou o principal índice bolsista nacional, o PSI-20. Liderou o mercado de pay TV em Portugal e foi o segundo maior Internet provider. À escala nacional, foi também líder no mercado de exibição cinematográfica. As origens e desenvolvimento da ZON confundem-se com a génese e o desenvolvimento das indústrias do entretenimento e das telecomunicações de massa em Portugal.

A invenção do telefone no século XIX, do cinema no princípio do século XX, da televisão na segunda metade do século e, mais tarde, da Internet, integram o desenvolvimento histórico do grande grupo empresarial que foi a ZON.

A partir de 1999, a TV Cabo, então parte do operador incumbente, responde à crescente procura de serviços de entretenimento e telecomunicações afirmando-se como o maior distribuidor de televisão ao domicílio e, mais tarde, foi o primeiro operador de Internet de banda larga. A história de algumas das mais antigas empresas de distribuição e exibição de filmes fez parte do património da ZON conferindo-lhe uma relação privilegiada com os principais fornecedores de conteúdos audiovisuais.

Em 2008, após a separação da TV Cabo do operador incumbente, surge a ZON Multimédia como marca independente. A mudança de nome correspondeu ao desenvolvimento de um novo tipo de organização centrada no cliente. Com novos processos comerciais e de engenharia, a ZON transformou-se num fornecedor de serviços integrados de alta de qualidade para dentro e fora do lar e para as empresas.

A ZON Multimédia foi o operador que juntou cerca de 1,6 milhões de clientes. Com tecnologia de Rede de Nova Geração, a ZON Multimédia alcançou mais de três milhões de casas com a maior rede de alto débito do país. A ZON foi também o segundo maior provider de Internet e de voz fixa com 800 mil clientes e 986 mil clientes, respetivamente, no final do primeiro trimestre de 2013. A plataforma satélite digital permitiu a cobertura da totalidade do território nacional. As 210 salas de cinema formaram a maior rede do país e foram visitadas anualmente por quase dez milhões de pessoas.

A arquitetura de marca da ZON ilustrou a evolução do grupo: ZON TVCabo, ZON Lusomundo Cinemas, ZON Audiovisuais, ZON Conteúdos, ZON Madeira e ZON Açores. Dreamia e SPORT TV eram participadas a 50 por cento, respetivamente. A ZON Multimédia e as suas participadas congregavam cerca de 1.600 colaboradores.

Esta base operacional, dotada de elevado know-how reconhecido internacionalmente e com aplicação multimercado, consubstanciou a estratégia de internacionalização da ZON. A expansão teve um grande impulso em 2010 com o estabelecimento da joint-venture ZAP em Angola para o fornecimento de serviços de TV por subscrição via satélite para aquele mercado, que se alargou depois para Moçambique.

Optimus

Conheça a história da empresa

Saber mais