Promover a economia circular

Num setor em que a renovação tecnológica é constante, é especialmente relevante a introdução de princípios de circularidade que transformem os resíduos em recursos, através da sua reutilização e reciclagem, ao longo da nossa cadeia de valor.

Para reduzir a produção de resíduos dos nossos produtos, em primeiro lugar procuramos minimizar a quantidade de materiais utilizados na sua fabricação e embalamento, através de princípios de eco-design e procurement responsável.


Dar uma nova vida a equipamentos usados

Fomos o primeiro operador em Portugal a disponibilizar smartphones Apple recondicionados com dois anos de garantia, promovendo a reutilização e diminuindo a produção de e-waste. Saiba mais aqui.

Nos equipamentos de cliente, a nova geração de boxes de TV UMA foi desenhada de forma a consumir o mínimo de material, integrando menos 61% de plástico do que a versão anterior. Em novembro 2020, lançámos o nosso primeiro Kit de autoinstalação ecológico da NOS, em que aos materiais sustentáveis utilizados na embalagem, e à exclusão de plásticos de utilização única, a NOS acrescentou a possibilidade do cliente poder instalar o seu próprio serviço, sem a necessidade da deslocação e intervenção de um técnico.

Recolhemos e recolocamos no mercado equipamentos utilizados no serviço fixo (boxes de TV, routers) evitando o consumo adicional de matérias-primas e energia, e aumentando os níveis de circularidade dos processos da empresa. Em 2020 recolocámos mais de 479.000 equipamentos.

Desmaterializamos processos


Em 2020, 64% das faturas de fornecedores foram recebidas por via eletrónica, o que corresponde a um aumento de 9p.p. em relação ao ano anterior. Em 2020, crescemos também significativamente na utilização do eSIM, tendo já vários milhares de utilizadores desta tecnologia.

No mesmo ano, a utilização da fatura eletrónica pelos nossos clientes aumentou 12p.p. para 73%, tendo a sua subscrição sido disponibilizada também nos canais digitais. No final do ano, 81% dos utilizadores de serviços 3P e 5P (serviços que incluem, pelo menos, televisão, internet e telefone), num total de mais de 1 milhão de clientes, já tinham fatura eletrónica.

A NOS foi o primeiro operador a produzir cartões SIM em plástico 100% reciclados e feitos a partir de resíduos provenientes da produção industrial de embalagens e de material de impressão. Ainda em 2020, a NOS apostou na desmaterialização dos cartões SIM, lançando o primeiro serviço eSIM do mercado português.

Gerimos os nossos resíduos


Implementamos sistemas de recolha seletiva que garantem, desde 2015, o encaminhamento para reciclagem multimaterial ou valorização energética de mais de 90% do total de resíduos produzidos na nossa operação.