2021: O ano em que o 5G se tornou realidade em Portugal

2021: O ano em que o 5G deu os primeiros passos

O 5G chegou para nos ligar a todos de formas que nunca imaginámos. 2021 foi o ano em que a nova rede móvel mostrou como pode transformar as nossas vidas.

30 de dezembro 2021

A disponibilização da rede 5G em Portugal é apenas mais um passo no longo caminho da NOS e dos seus parceiros em garantir que todo o potencial da quinta geração móvel é aproveitado. O 5G traz uma velocidade e latência nunca vistas às comunicações móveis, permitindo experiências únicas e imersivas a todos, novas sensações em realidade virtual. Com mais equipamentos ligados ao mesmo tempo, a rede 5G anula as distâncias e aproxima-nos do que mais importa, um dos outros.

Todas as possibilidades, que agora estão ao alcance das pessoas e das empresas, foram sendo demonstradas ao longo de 2021 em diversos marcos de pioneirismo 5G. E surgiram novos serviços para indústrias, para a saúde ou para o desporto e o entretenimento, produtos focados na cloud, na inteligência artificial ou na realidade virtual que serão otimizados pela nova rede móvel.

Desporto mais inclusivo e emocionante


O Estádio do Sport Lisboa e Benfica tornou-se em abril de 2021 o Primeiro Estádio 5G em Portugal, começando um caminho que vai transformar o desporto, tanto na experiência dos adeptos nas bancadas como de quem está longe. A parceria 5G entre o Sport Lisboa e Benfica e a NOS permite que as pessoas no estádio - mais de 65 mil na lotação máxima - tenham acesso à velocidade do 5G e a conteúdos instantâneos como estatísticas de jogo, repetições e streaming de enorme qualidade. Isso foi sentido logo no jogo Benfica-Porto, a 6 de maio, que ficou na História como o primeiro jogo em Portugal com tecnologia 5G. Além da velocidade no estádio, a infraestrutura 5G garantiu a conexão de 4 smartphones 5G e 6 câmaras, que trouxeram imagens exclusivas e novas perspetivas a quem pôde assistir à transmissão em 5G. As inovações da rede móvel beneficiam também o clube, os jogadores e equipas técnicas, simplificam a gestão desportiva nos vários departamentos e infraestruturas. Os pagamentos em cartão mais rápidos graças ao 5G potenciam o negócio das empresas e das lojas do estádio e mesmo a segurança das instalações e a eficiência energética melhoram com a nova rede.

Já com a rede 5G disponível em Portugal, o dia 19 de dezembro trouxe um novo marco ao futebol e ao seu poder de inclusão, de aproximação das pessoas. Sete pequenos grandes adeptos do Benfica visitaram o Estádio do Sport Lisboa e Benfica pela primeira vez, mas estavam a 330 km de distância. O Lugar 5G foi instalado numa bancada verdadeira transportada para a Casa do Benfica de Paredes, onde as crianças puderam assistir ao Benfica-Marítimo, com óculos de realidade virtual ligados por 5G, como se estivessem no estádio. Dezenas de adeptos de Paredes, de todas as idades, experimentaram também o poder de transformação que a realidade virtual, em 5G, traz ao futebol, e que pode chegar a todo o tipo de desportos.

Transformar os cuidados de saúde com 5G


Ter acesso rápido ao médico ou a um tratamento, no hospital, em casa ou em qualquer lugar. Perder menos tempo em filas, ter uma ambulância a chegar em minutos, ver a espera de meses para uma cirurgia desaparecer. A velocidade da rede 5G, mas principalmente a latência quase inexistente, vão transformar a saúde. Esse avanço já começou com o Primeiro Hospital 5G, em Lisboa, uma iniciativa da NOS e do Grupo Luz Saúde. Com 17 antenas espalhadas pelo Hospital da Luz, desde as áreas de consultas externas e blocos operatórios ao centro de formação e auditório, a rede 5G permite melhorar a gestão hospitalar, reforçar os cuidados médicos e ainda melhorar a aprendizagem dos estudantes, através de tecnologias como formação imersiva em realidade virtual.

Praias mais seguras, todo o ano

No último verão, numa das zonas balneares mais procuradas da região de Lisboa, as inovações do 5G mostraram o que a tecnologia pode trazer à segurança, ao ambiente e à circulação de pessoas nas praias. Cerca de 5 km de areais da Costa de Caparica tornaram-se a Primeira Praia 5G, com a rede móvel instalada pela NOS a dar apoio aos nadadores salvadores através de alertas em tempo real; a permitir um melhor controlo ambiental - nomeadamente através de drones a filmar a praia e a linha de água; e a garantir uma gestão otimizada da lotação na praia. Tudo isso sem comprometer a conectividade e as comunicações móveis no areal, independentemente do número de pessoas. E fora da época balnear, a tecnologia pode ter um papel ainda maior na monitorização das zonas costeiras.

Novas formas de aprender com 5G

Aprender e ensinar torna-se mais fácil, mais imediato e mais sensorial graças a novas tecnologias suportadas por ligações 5G, que podem fazer as maiores distâncias desaparecer. Em setembro alguns alunos do 12.º ano da Escola Secundária João Gonçalves Zarco, em Matosinhos, fizeram uma visita de estudo ao Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa. Mas não precisaram de sair da sala de aula. A Primeira Escola 5G demonstrou como o ensino pode ser melhorado graças a tecnologias como a realidade virtual, suportadas pela nova rede móvel. Introduzem novas ferramentas de aprendizagem e eliminam distâncias entre professores e alunos, e entre estes e os temas ou locais de estudo. Foi o Pavilhão do Conhecimento mas podia ser o Louvre, em Paris, ou uma conversa com um famoso astrónomo a partir do seu observatório.

Manobras fáceis em portos com apoio de drones

Os primeiros testes 5G da NOS no Porto de Leixões, um dos principais portos portugueses, começaram já em 2019. Leixões é hoje o Primeiro Porto 5G e conta já com drones conectados pela nova rede móvel, que são controlados a partir da sala de comando do porto com total segurança. Os drones do Porto de Leixões podem ser usados para auxiliar nas manobras dos navios, apoiar nas inspeções de estruturas, fazer a monitorização de segurança de todas as instalações e ainda dar assistência em caso de incidentes ou emergência. O transporte marítimo representa 90% do comércio mundial, pelo que tecnologias como o 5G podem tornar muito mais eficiente e segura a navegação de barcos, as entradas e saídas dos portos, as operações de carga e descarga e a interligação com outros meios de transporte para escoamento das mercadorias.

Instruções virtuais ou remotas dão confiança a trabalhadores e empresas


Em Almeirim, de onde saem há décadas os sumos e néctares da Compal, a inovação não chega só através dos sabores. A Primeira Fábrica 5G conta com soluções de realidade aumentada, baseadas em 5G, para dar apoio na produção. O NOS Augmented Worker mostra aos trabalhadores, através de óculos AR, informações e manuais para facilitar a inspeção de máquinas. E o NOS Remote Support permite a um técnico ver à distância um equipamento avariado - através dos óculos de outro funcionário - e dar apoio imediato para resolver o problema. A realidade aumentada - no ensino, no entretenimento, mas também na indústria -, é uma das grandes transformações potenciadas pela baixa latência do 5G. Torna mais simples, acessível e imersiva a utilização desta tecnologia, como complemento ao trabalho ou servindo para formação constante.

5G: É tempo de conhecer quem já está a fazer

A expansão da rede 5G pelo mundo está no radar de muitas empresas há vários anos. Portugal, com um ecossistema de startups cada vez mais vibrante e atrativo, não é exceção. Algumas das empresas portuguesas mais inovadoras estavam já de olhos postos nas potencialidades da rede 5G e começaram a desenvolver soluções e produtos a pensar nisso. A KIT-AR e a Goclever trabalham em setores onde a quinta geração móvel vai ser verdadeiramente transformadora.

KIT-AR - Realidade Aumentada em fábricas

Vencedora do Acelerador 5G, promovido pela NOS e pela Amazon Web Services, em parceria com a Startup Lisboa, a KIT-AR cria soluções de realidade aumentada para facilitar o trabalho e eliminar os erros em linhas de produção de fábricas. Através de óculos AR, um trabalhador vê a lista de tarefas a fazer, pela ordem certa, e no final tem a certeza de que fez tudo sem falhas. Este tipo de soluções evita paragens que podem custar milhões de euros, segundo Manuel Fradinho Oliveira, CEO da KIT-AR. A startup está focada na aeronáutica e na indústria automóvel e já tem clientes em Portugal, Reino Unido, Alemanha ou Noruega. Para o CEO, o 5G permite criar mais instruções e tarefas no dispositivo, reforçar a imagem e melhorar a autonomia das baterias.

Goclever - Os portos digitais do século XXI

Surgiu em 2019 como uma solução que permitiu ao Porto de Barcelona controlar remotamente os resíduos saídos dos barcos e atualmente já está presente em seis portos marítimos. Hoje a Goclever consegue digitalizar todo o tipo de instalações portuárias e calcular ou contabilizar geometria, volume, área, comprimento, cores, temperatura, qualidade da água, ocupação cheio/vazio ou fazer geolocalização de objetos, estejam parados ou em movimento. Jorge Garcia Fernandez e António Sousa Patrício, fundadores da startup, recorrem a drones e sensores para criar um ‘gémeo digital’ do porto, que permite identificar depois todas as diferenças ou variações em determinado local. Com a velocidade e a baixa latência do 5G, tanto o processo de recolha de dados como a monitorização posterior das instalações tornam-se mais fáceis e imediatos.

Enquanto a rede 5G não estava disponível em território português, centenas de empresas e milhares de pessoas - do setor das telecomunicações e não só, de grandes empresas e pequenas startups acabadas de nascer, de Portugal e de outros países -, estavam já a trabalhar em experiências, use cases, produtos, serviços e todo o tipo de soluções que permitam às pessoas e empresas tirarem o melhor partido da rede 5G.

2021 mostrou que, com 5G, não há ligações impossíveis. Começou uma caminhada que nos vai levar a todos cada vez mais longe, em 2022 e nos próximos anos. Com as inovações que vão continuar a surgir - aplicações da realidade virtual e aumentada; saúde, educação ou entretenimento mais acessíveis; eficiência e segurança na mobilidade e no trabalho - a quinta geração móvel vai transformar toda a sociedade.

Share this

Artigos Relacionados

  • Bem-vindos à escola do futuro

    1ª fabrica 5g

    Bem-vindos à escola do futuro

    A primeira escola 5G do país está em Matosinhos. Os alunos da Secundária João Gonçalves Zarco foram os primeiros a ir ao Pavilhão do Conhecimento sem saírem da sala de aulas. Uma visita de estudo virtual que deu os primeiros passos para o futuro do ensino.

  • NOS e o Grupo Luz Saúde criam o 1º hospital 5G em Portugal

    1º Hospital 5G

    NOS e o Grupo Luz Saúde criam o 1º hospital 5G em Portugal

    A parceria entre a NOS e o Grupo Luz Saúde mostra que é tempo de transformar os cuidados de saúde no nosso país.

  • SL Benfica, o 1º Estádio 5G em Portugal

    1º Estádio 5G

    SL Benfica, o 1º Estádio 5G em Portugal

    É tempo de fazer melhor e a NOS e o SL Benfica já estão a mudar o jogo com o primeiro estádio 5G. Vantagens para os adeptos, para o clube e para todos os serviços no estádio.