Sumol+Compal: a Primeira Fábrica 5G em Portugal

1ª Fábrica 5G: NOS e SUMOL+COMPAL

É tempo de transformar a indústria e apostar nas fábricas do futuro. Com a NOS, a Sumol+Compal já está a fazer o que ninguém fez.

10 de novembro 2021

Beep! Beep! Beep! O alarme avisa que a linha de produção parou e um técnico de manutenção dirige-se ao local para repor a máquina em funcionamento. “Em caso de avaria, recebemos uma notificação instantânea e podemos agir mais rapidamente”, diz o operador de produção na Sumol+Compal. E agora também podem ver os manuais em qualquer ponto da fábrica a uma velocidade incrível, além de terem acesso aos resultados da produção em tempo real.

Bem-vindos à 1ª Fábrica 5G, em Portugal. Com a NOS, a fábrica da SUMOL+COMPAL, em Almeirim, implementou duas soluções-piloto de Realidade Aumentada, destinadas a transformar as operações logísticas industriais, acelerando a resolução de problemas. Falamos do NOS Augmented Worker e do NOS Remote Support.

O primeiro permite a consulta dos manuais de procedimento através de guias interativos com instruções digitais, passo-a-passo, em realidade aumentada. No chão de fábrica, o colaborador usa uns óculos de realidade aumentada de lentes transparentes — para que continue a ver a fábrica naturalmente. Nas lentes aparecem destacados alguns pontos com informação associados às máquinas em que está, por exemplo, a realizar inspeção rotineira.

NOS augmented worker

Interagindo com as lentes consegue preencher documentos e dar ao sistema mais informação sobre componentes específicos daquela máquina. Com toda a informação que aparece nas lentes, o funcionário ganha assim o contexto (dado por exemplo pelos manuais de instruções) e portanto a capacidade de chegar junto a uma máquina e começar rapidamente a trabalhar. Além disto, toda a informação que recolhe com o sistema de realidade aumentada durante estes processos é imediatamente informatizada, o que não acontecia quando o processo era realizado em papel.

Já o NOS Remote Support é um o serviço de assistência à distância realizado por um especialista, através de vídeo com anotações em realidade aumentada e em tempo real. Perante uma avaria, o funcionário junto à máquina em questão usa uns óculos que permitem mostrar ao técnico, que pode estar a quilómetros de distância, aquilo que está a ver. O técnico guia o funcionário junto da máquina sobre o que pode fazer para solucionar a avaria, eliminando grandes períodos de paragem da linha e as viagens dos técnicos.

NOS remote assistant

Estas soluções permitem:

  • poupar tempo aos técnicos, que já não precisam de passar a informação em papel para os softwares de gestão da manutenção;

  • eliminar as ordens de serviço, em papel;

  • reduzir os custos associados à deslocação de equipas de suporte técnico;

  • diminuir o tempo de paragem das máquinas, facilitando o diagnóstico de problemas.

No coração do Ribatejo, a cerca de uma hora de Lisboa numa fábrica rodeada de pomares, o 5G vai permitir explorar tecnologias numa escala nunca antes vista. Em Almeirim, a SUMOL+COMPAL é o testemunho do impacto do 5G em regiões mais afastadas das grandes cidades. Os serviços de assistência remota ganham eficácia através da maior largura de banda, baixa latência e fiabilidade na comunicação. E a mobilidade dentro da fábrica também aumenta devido à melhoria na cobertura de rede.

“Poucas coisas nos dariam mais satisfação do que ter este marco e fazê-lo em conjunto com a SUMOL+COMPAL”, disse Manuel Ramalho Eanes durante a cerimónia de inauguração da 1ª Fábrica 5G que decorreu na cidade ribatejana. Para o Administrador Executivo da NOS, estas valias não são uma promessa do 5G, são uma realidade. São o resultado do trabalho desenvolvido desde março em conjunto com as equipas da SUMOL+COMPAL”, resumiu, garantindo que “é possível transformar um produto a partir da tecnologia”.

Durante a cerimónia, Jaime Alves Cardoso, Administrador da SUMOL+COMPAL, notou como este é mais um passo no avanço tecnológico da marca que “tem uma grande tradição na introdução de novas tecnologias, como os sistemas de pasteurização ou de enchimento a quente”, em que a SUMOL+COMPAL foi pioneira. “O que o 5G nos vai trazer é uma forma diferente e disruptiva de interagirmos com a nossa própria tecnologia e também com todo o circuito de informação ao longo do processo de operações”, referiu Jaime Alves Cardoso, no final da cerimónia.

Um passo para a indústria 4.0

De facto, na indústria agroalimentar o impacto vai ser enorme ao longo da cadeia de valor, abrangendo a operação logística. Vão surgir novas funcionalidades de monitorização e controlo das matérias-primas, processos de produção totalmente automatizados e sistemas avançados de controlo da qualidade.

A fábrica do futuro vai envolver ainda mais as pessoas e a tecnologia. Naquela que é conhecida como a 4ª Revolução Industrial, as empresas fornecem as bases para o crescimento sustentável, ao mesmo tempo que favorecem o aumento das capacidades dos trabalhadores.

À margem da cerimónia, Diogo Lopes, Diretor de IT e Transformação Digital na Sumol+Compal, salientou que estão a ser dados “passos muito concretos na formação de pessoas, na estruturação de planos de transformação digital que incluam todo o universo de colaboradores".

Depois do 1º Hospital 5G, ao nível da saúde, e também da 1ª Escola 5G, ao nível do ensino, a nova capacidade tecnológica permitida pelo 5G chega agora à SUMOL+COMPAL, com a 1ª Fábrica 5G.

“Para a NOS, este é um excelente exemplo de colaboração, entre uma empresa portuguesa com grande experiência acumulada na indústria e um grande parceiro tecnológico para, em conjunto, conceber uma solução que tira o máximo partido da tecnologia e a aplica num contexto muito concreto, entregando resultados”, explicou João Ricardo Moreira, Administrador na NOS Comunicações.

São duas empresas totalmente portuguesas a inovar num campo tecnológico de futuro e a afirmarem-se na “vanguarda das novas tecnologias”, disse Duarte Pinto, CEO de SUMOL+COMPAL, a abrir a cerimónia de inauguração da primeira fábrica 5G em Portugal. “Estamos a iniciar um novo ciclo desta unidade industrial. O nosso desígnio é desenvolver a indústria 4.0.”

Muito para além das duas soluções implementadas, esta 1ª Fábrica 5G vem consolidar uma parceria robusta para a transformação digital, que dará lugar a novas oportunidades de desenvolvimento de soluções, a curto prazo, entre a NOS e a SUMOL+COMPAL.

O que é uma Fábrica 5G?

Na fábrica 5G, ciência e inteligência são os ingredientes transformadores. Uma nova rede mais rápida, com menos latência, mais segura e fiável já está a transformar o dia a dia das empresas. É um novo paradigma marcado pela Inteligência Artificial, Realidade Aumentada, robotização e Internet das Coisas. Com processos de organização da produção mais inteligentes e flexíveis, a partilha e a colaboração são as palavras-chave para avançar na transformação digital.

Na prática, esta é uma revolução que assenta na análise de grandes quantidades de dados gerados por dispositivos e pela computação na cloud. Tudo facilitado pela tecnologia 5G. Segundo os especialistas, a experiência de comunicação será pelo menos 10 vezes melhor do que a que temos com o 4G. Isto deve-se às características que definem a operacionalidade do 5G:

  • Alta velocidade de transmissão de dados;

  • Baixa latência

  • Elevada disponibilidade

  • Alta capacidade de conectividade

Estas funcionalidades trazem benefícios para os consumidores em geral, mas é ao nível das empresas que o 5G vai registar maior impacto. Seja pela melhoria da eficiência que se traduz em redução de custos, seja pelas possibilidades de desenvolver novos produtos e serviços.

Vantagens da Fábrica 5G

Já não é uma questão de “se”, mas de “quando”. As empresas precisam de repensar estratégias e apostar cada vez mais em tecnologias digitais para obter vantagens competitivas. Entre outros benefícios, as aplicações industriais do 5G potenciam:

  • O uso de tecnologias de realidade mista e aumentada em diversas atividades, desde a instalação de equipamentos, à inspeção e manutenção;

  • O envio de fichas técnicas de manutenção dos equipamentos industriais diretamente para os tablets que os técnicos usam no local onde se dá a avaria;

  • A redução dos tempos de leitura de dados e reparação da avaria (time to restart), graças à baixa latência;

  • O uso de sistemas de inspeção visual para validar a posição dos rótulos e etiquetas coladas nas garrafas.

Dispositivos inteligentes vão assegurar o processamento de dados da produção e monitorizar o estado operacional dos equipamentos. Os veículos de apoio, como empilhadores, por exemplo, vão estar conectados a semáforos inteligentes e a outros componentes da infraestrutura para garantir fluxos de tráfego eficientes e mais seguros.

Numa perspetiva alargada da logística industrial, máquinas agrícolas como alfaias e ceifeiras vão funcionar conectadas aos silos e armazéns. Nos terrenos, será otimizada a deslocação de trabalhadores e recursos, direcionando-os para os locais onde são mais necessários. A gestão de frotas também ganha eficiência nas operações, assim como a monitorização das culturas agrícolas ou a manutenção industrial, como acontece no caso da SUMOL+COMPAL.

escola 5g

A 1ª Fábrica 5G é mais uma prova de que este é o tempo de transformar as empresas com os parceiros tecnológicos certos. A NOS tem equipas dedicadas à transformação digital de cada negócio, com especialistas que aconselham e implementam as melhores soluções. Porque quem faz, não faz sozinho.

Share this

Artigos Relacionados

  • Bem-vindos à escola do futuro

    1ª fabrica 5g

    Bem-vindos à escola do futuro

    A primeira escola 5G do país está em Matosinhos. Os alunos da Secundária João Gonçalves Zarco foram os primeiros a ir ao Pavilhão do Conhecimento sem saírem da sala de aulas. Uma visita de estudo virtual que deu os primeiros passos para o futuro do ensino.

  • NOS e o Grupo Luz Saúde criam o 1º hospital 5G em Portugal

    Luis Neves GESI

    NOS e o Grupo Luz Saúde criam o 1º hospital 5G em Portugal

    A parceria entre a NOS e o Grupo Luz Saúde mostra que é tempo de transformar os cuidados de saúde no nosso país.

  • SL Benfica, o 1º Estádio 5G em Portugal

    Luis Neves GESI

    SL Benfica, o 1º Estádio 5G em Portugal

    É tempo de fazer melhor e a NOS e o SL Benfica já estão a mudar o jogo com o primeiro estádio 5G. Vantagens para os adeptos, para o clube e para todos os serviços no estádio.