A sua empresa quer entrar no 5G? Não entre sozinha.
Cloud: porque é tão importante para as empresas?

Cloud: porque é tão importante para as empresas?

As previsões apontam para que 62% das empresas portuguesas tenham serviços de cloud computing até 2022. Saiba o que a sua empresa pode ganhar com esta mudança.

26 de outubro 2021

Quando a cloud surgiu, ou melhor, quando se tornou acessível a todos, já se adivinhava o seu papel revolucionário e inovador. Pela primeira vez, estaríamos por volta do ano 2010, podíamos armazenar na nuvem uma série de ficheiros, guardar os nossos dados e fazer backup desses mesmos dados. Primeiro estranhámos, uma vez que esta nuvem não é palpável, não ocupa espaço físico ou material. Mas depois entranhámos. Volvida mais de uma década, a cloud já é parte integrante do nosso dia a dia, cresceu, amadureceu, está ainda mais inovadora e acompanha as nossas rotinas quase sem darmos por ela. Além disto, é também a solução mais prática e económica para tornar qualquer empresa mais competitiva. Escalabilidade, segurança, fiabilidade, agilidade e resiliência são alguns dos argumentos para não atrasar a migração para a cloud e garantir que o seu negócio fica preparado para desafios futuros.

Tarefas como responder a um email, sem ter para isso um sistema próprio instalado no nosso dispositivo, partilhar um documento ou um arquivo com alguém, sem necessidade de downloads, realizar videochamadas e visualizar documentos que podem ser editados por várias pessoas ao mesmo tempo, tudo isto é computação na cloud. O termo talvez fique mais claro se lhe falarmos na Dropbox, Google Drive ou iCloud e de tudo aquilo que pode fazer com estas soluções tecnológicas que dependem da cloud para a sua sobrevivência.

Isto é o que a cloud pode fazer por cada um, individualmente. Agora imagine o que a cloud pode fazer pelo seu negócio, pela sua empresa ou organização. Com uma capacidade infinita para alojar dados através da internet, a cloud apresenta soluções para todos os modelos de negócios, dos mais simples aos mais complexos.

A pandemia e o consequente confinamento e teletrabalho aceleraram o futuro. Promoveram o aumento da utilização de soluções cloud computing e as empresas tiveram de se adaptar de forma rápida e intensa, fazendo a migração da sua atividade para esta tecnologia.

Segundo a International Data Corporation (IDC) - o fornecedor mundial de dados para o mercado das tecnologias de informação - os serviços cloud tiveram um aumento de 24,1% em 2020, atingindo um valor de cerca de 265 mil milhões de euros no final do ano passado. A tendência mundial chegou às empresas portuguesas, cada vez mais determinadas em fazer a transição digital que pode começar com a computação na cloud. Por isso, respondemos a algumas dúvidas que possa ter na altura de fazer a migração para a cloud.

Mas, afinal, o que é a cloud computing?

Mas, afinal, o que é a cloud computing?

É uma tecnologia que tem por base uma rede global de servidores espalhados por várias partes do mundo, interligados entre si e que funcionam como um ecossistema único. Armazenar e gerir dados de todos os tipos, como aplicações, serviços digitais, vídeos ou imagens são as principais funções destes servidores. Assim, em qualquer lugar e a qualquer momento, através de um dispositivo com acesso à internet, pode aceder a esses mesmos dados e ter a informação sempre disponível.

Os data centers tradicionais eram ambientes fechados com dados que oscilavam dentro dos seus limites. Neste momento, já começam a sentir o impacto das disrupções provocadas pela cloud: os avanços que têm sido introduzidos nas infraestruturas, nos serviços de alojamento de dados, na evolução da inteligência artificial, nas operações, no hardware e no software estão a mudar radicalmente os data centers das empresas para soluções ilimitadas, flexíveis e também muito mais seguras, através do crescimento das soluções multicloud.

Que soluções de cloud computing existem?

  • Pública - quando a infraestrutura está aberta ao uso do público em geral. Ou seja, está disponível através de fornecedores externos e com internet pública, permitindo que vários utilizadores tenham acesso aos recursos de forma segura;

  • Privada - quando a infraestrutura é exclusiva para o uso de uma só entidade, ou seja, para um só utilizador ou grupo de utilizadores, sendo o proprietário o gestor dos servidores;

  • Híbrida - quando mistura soluções de ambas as redes, pública e privada.

Estima-se que, em Portugal, 62% das empresas tenham serviços de cloud até 2022. Ou seja, muitas empresas já aderiram a este novo modelo de negócio, seja contratando serviços (pública) ou construindo os seus próprios servidores (privada). No caso da pública, pode comparar-se este serviço de processamento e armazenamento de dados a um serviço de fornecimento de água ou de energia elétrica, em que cada empresa decide a quantidade de dados que quer alojar e paga apenas pelo consumo (pay-per-use) de forma rápida e segura. O fornecedor da cloud pública trata de toda a gestão e manutenção da componente física do data center, rede e hardware, mantendo a infraestrutura fiável e atual.

Quais as vantagens de usar soluções de cloud computing?

Quais as vantagens de usar soluções de cloud computing?

A cloud é, assim, uma tecnologia arrojada que surgiu para facilitar e aperfeiçoar a forma como comunicamos e fazemos negócios à escala mundial. Com uma nova arquitetura digital e inteligente, com base em tecnologias de cloud computing, as empresas ativam o valor dos dados. Ou seja, esses dados são colocados no centro da evolução organizacional, de forma a que os empresários tenham uma visão clara de todo o seu ecossistema para que possam tomar decisões informadas e criar maior agilidade e elasticidade nos negócios. Mas há ainda outras vantagens:

  • Redução de custos - Ao migrar para a cloud, a empresa não precisa de investir em infraestruturas de hardware para armazenamento de dados, já que o fornecedor da cloud assegura todo o equipamento físico. A qualquer momento, a empresa pode ainda aumentar o armazenamento dos dados, de forma simples e flexível, poupando na compra de novos equipamentos que ocupam muito espaço e gastam muita energia. Estima-se que a transição para infraestruturas da cloud faça com que os custos de infraestrutura e gestão sejam reduzidos em 51%, uma vez que a empresa não tem de se preocupar com substituições ou reparações dos servidores. Toda a manutenção é assegurada pela empresa que disponibiliza o alojamento de cloud.

  • Aumento da agilidade e produtividade das equipas - A automação conseguida em migrar para a cloud permite uma melhoria de 62% da produtividade das equipas de tecnologias de informação que aumentam o ritmo de inovação, dedicando tempo a outras tarefas que não passam por atualizações de software e manutenções, por exemplo.

  • Facilidade de adoção - O processo de migração para a cloud é fácil e intuitivo, além de que o software está disponível em qualquer lugar, sendo apenas necessária ligação à internet. Isto permite que os colaboradores ganhem literacia digital, sendo também mais eficientes no dia-a-dia.

  • Escalabilidade rápida e estratégica - Na cloud, as empresas têm acesso a uma rede global de data centers, o que lhes permite ser mais competitivas no seu segmento de mercado, ter uma escalabilidade rápida e estratégica no seu negócio. A facilidade de integração de ativos digitais também reduz e simplifica procedimentos de M&A - mercado de compra, venda e fusão de empresas.

  • Maior segurança e resiliência operacional - As ameaças cibernéticas reduzem em 43% quando se migra para a cloud. Em parceria com o fornecedor de cloud, as empresas devem investir em novos modelos de segurança e definir políticas de acesso que impeçam a divulgação e a modificação não autorizadas, usando para isso criptografia. Uma abordagem holística, de fácil gestão, adaptável e responsiva, que trará mais segurança e resiliência ao seu negócio.

  • Fácil implementação de tecnologias emergentes - Inteligência Artificial, Machine Learning e Internet of Things fazem parte do léxico da indústria 4.0 e de uma empresa que se queira competitiva. Com a cloud, consegue fazer chegar estas tecnologias à sua empresa, uma vez que a cloud é a grande porta de entrada para a inovação, cumprindo os requisitos para implementar essas mesmas tecnologias.

Não sabe como gerir os seus gastos em cloud? Escolha um parceiro

Se a tecnologia 5G vai ser um acelerador de migração para a cloud, uma vez que permite ligar inúmeros dispositivos ao mesmo tempo, com menor latência e acesso a maiores quantidades de informação em tempo real, também é essencial trabalhar com um parceiro de conectividade capaz de fornecer rapidamente ambientes cloud com elevados níveis de desempenho, escaláveis e sempre seguros.

Pioneira na oferta da cloud híbrida em Portugal, a NOS disponibiliza esta tecnologia ao mercado empresarial, contando para isso com parceiros de referência, como a AWS (Amazon Web Services), a Microsoft Azure e a Google Cloud. Com os data centers da NOS, as empresas têm acesso às soluções de housing e hosting, infraestruturas de referência com otimização de recursos, acesso a especialistas de licenciamento, melhores tarifários e suporte durante 7 dias por semana e 24 horas por dia.

Mais do que um elemento de tecnologia, a cloud é um acelerador de negócios e habilitador de inovação. Se procura por flexibilidade, agilidade, resiliência e facilidade para que a sua empresa reaja às oportunidades do mercado, saiba escolher o seu parceiro que, como a NOS, acredita que quem faz, leva o mundo atrás.

Share this

Artigos Relacionados

  • 5G Portugal: É tempo de apoiar melhor as startups

    wearables 5G

    5G Portugal: É tempo de apoiar melhor as startups

    Gabriel Coimbra, vice-presidente da consultora IDC, vê no 5G inúmeras oportunidades para startups: “Vai trazer novos modelos de negócio, disruptivos, que não existiam antes”. Há mais de 2.000 startups em Portugal.

  • Vawlt: o cofre mais seguro para dados na cloud

    Luis Neves GESI

    Vawlt: o cofre mais seguro para dados na cloud

    Quando a cloud ainda dava os primeiros passos, Ricardo, Tiago e Alysson já pensavam na segurança de poder usar várias clouds. A Vawlt agrega numa só solução o melhor que cada fornecedor de armazenamento cloud tem.

  • Deloitte prevê enorme impacto do 5G nas empresas portuguesas

    Luis Neves GESI

    Deloitte prevê enorme impacto do 5G nas empresas portuguesas

    A consultora estima um crescimento de 17 mil milhões na economia portuguesa pelo 5G, até 2035.