5G: Como o Metaverso usa esta tecnologia para crescer

5G: Como o Metaverso usa esta tecnologia para crescer

O metaverso depende de inúmeras tecnologias, incluindo o 5G, oferecendo um serviço de maior qualidade e mais rápido.

24 de junho 2022

O 5G e o Metaverso, são dois assuntos tendência do momento, pelas inúmeras possibilidades que nos trazem a curto e a longo prazo. Além de dever conhecer estes conceitos, é igualmente importante compreender de que forma se podem aliar, para lhe trazer novas possibilidades de negócio e até de renovar a sua estratégia de marketing.

O que é o Metaverso?

A palavra “metaverso” entrou no nosso vocabulário regular o ano passado, quando o Facebook anunciou o seu novo projeto, um universo virtual, chamado de “metaverso”, termo cunhado em 1992 por Neal Stephenson, no seu livro “Snow Crash”. Ainda que não exista uma definição consensual do conceito, existem dois pontos comuns que vale a pena explorar.

Em primeiro lugar, o metaverso tem de ser um espaço virtual onde várias pessoas se possam comunicar através de diálogo e/ou expressões corporais. Se estiver num espaço com outras pessoas, mas não puder interagir com elas, então não se trata de um metaverso. Em segundo lugar, este universo depende de uma de duas tecnologias, a realidade virtual ou a realidade aumentada.

Por exemplo, tanto o VR Chat como o Pokémon Go são exemplos de metaversos. No primeiro caso, o VR Chat é um jogo desenvolvido em 2017, no qual é possível usar um headset de realidade virtual para entrar numa divisão com outros jogadores, com os quais pode comunicar através de áudio ou gestos. Por outro lado, o Pokémon Go, desenvolvido em 2016 pela Niantic, utiliza a realidade aumentada para, através do smartphone, adicionar pokémon ao nosso mundo real.

O que é o 5G?

O 5G é a quinta geração de rede de internet móvel, sendo o sucessor do 4G, cujo foi apresentado ao mundo há mais de dez anos, em 2009. De forma geral, cada geração difere da anterior em três fatores: velocidade, volume de banda larga, e acessibilidade. Por exemplo, segundo a plataforma Digital Trends, o 3G alcança velocidades de 7.2 mbps, enquanto o 4G chega aos 150 mbps. Quanto ao 5G, espera-se que no seu auge, consiga conquistar os 20 gbps. Atualmente, operadores como a NOS, já disponibilizam velocidades de até 10 gbps.

O que significa isto no fim? Significa que com o 5G, é possível aceder a streamings em 4k e 8k sem falhas, fazer downloads mais rápidos, falar com mais pessoas ao mesmo tempo, aceder em simultâneo a vários aparelhos que utilizem a internet (fundamental, por exemplo, ao crescimento das Smart Houses e das Smart Cities), e participar em jogos ou eventos online com grandes audiências, e a uma distância maior.

O Metaverso e o 5G

Vamos a exemplos práticos. Se já jogou jogos online conhece bem o conceito de um “lobby cheio”. Quando o espaço virtual (o mapa, por exemplo), alcançou o limite de jogadores e bloqueia a entrada a quem vem depois. Isto serve para garantir que o jogo corre devidamente. Outro exemplo, é o limite de pessoas em reunião de videochamada de softwares como o Teams, mais uma vez, desenhado para garantir uma comunicação fluida entre os participantes.

Tendo isto em consideração, novas tecnologias como o 5G vêm abrir inúmeras portas no que diz respeito ao desenvolvimento de espaços virtuais, como os metaversos. Salas de conversa maiores, mais decoradas, que permitem a entrada e a participação de mais pessoas. Reuniões ou palestras onde os intervenientes se veem, se falam e se tocam através de aparelhos como o Oculus Quest 2. Conversas em que através de um smartphone pode fazer a pessoa aparecer à sua frente, para uma comunicação mais humana e direta - uma espécie de metaverso de bolso, útil em áreas como a medicina. 

Em conclusão, o 5G aparece como uma evolução do conhecido 4G, para por sua vez, auxiliar na evolução de outras tecnologias como o metaverso, que precisam de uma velocidade de internet maior para funcionarem de forma mais fluida e eficaz, de modo a que possam ser utilizadas por todos, em todo o mundo, nas mais diversas tarefas, desde o lazer, ao trabalho.

Share this

Artigos Relacionados

  • Cibersegurança: Como navegar na internet em segurança

    cibersegurança

    Cibersegurança: Como navegar na internet em segurança

    A cibersegurança da sua empresa não depende apenas de um antivírus e de um VPN mas também de proteção no que diz respeito à navegação na internet via browser.

  • Como escolher o melhor serviço de internet?

    serviços de internet

    Como escolher o melhor serviço de internet?

    Um bom serviço de internet é essencial ao bom funcionamento da sua empresa, por isso, faça a escolha certa.

  • Realidade Virtual: Usos práticos desta tecnologia em 2022

    realidade virtual

    Realidade Virtual: Usos práticos desta tecnologia em 2022

    A tecnologia de realidade virtual em 2022 já está a quebrar barreiras com algumas implementações inesperadas.