Como abordar aquele tema complicado no trabalho


Se a sua equipa não o apoia da forma correta, a sua chefia mostra comportamentos que estão a prejudicar a sua produtividade, ou viu um colega fazer um comentário impróprio, é natural que sinta a necessidade de confrontar o outro, no entanto, esta tarefa nem sempre é fácil devido ao medo de rejeição ou de ser compreendido como alguém queixoso ou que não tem noção do seu lugar. Este sentimento é normal mas existem conversas que não devem ser adiadas. Para estas, trazemos algumas sugestões para o ajudar nesta tarefa.


Crie a situação na sua cabeça

Qual o melhor dia ou local ideal para ter a conversa? Quais as primeiras palavras e como reagir se a reação for negativa? Pense em todas as probabilidades e prepare uma resposta ou uma ação. Desta forma, sentir-se-á mais confiante na hora de confrontar o outro.


Seja o mais neutro possível, pelo menos ao início

Se sente necessidade de falar com o colega, provavelmente é porque as suas ações estão a prejudicar diretamente o seu trabalho e isto pode levá-lo a iniciar a conversa de forma agressiva - evite isso ao máximo. Deve começar por perguntar o que está a acontecer para determinado atraso (ou outro problema), oferecendo a sua ajuda se necessário. O colega pode estar a passar por problemas pessoais, por exemplo, não compreendendo que as suas ações estão a ter um impacto negativo nos que o rodeiam.


Ouça o que o outro tem a dizer

Chegar ao pé do outro, desabafar o que sente e ir embora é algo que não deve fazer. Ouça atentamente as razões do outro e discuta com calma os efeitos negativos que as ações em causa estão a ter. Use o raciocínio e a argumentação sempre. Leve o outro a compreender o seu erro mas sem deixar de lado o que ele tem para dizer.


Ofereça ajuda ou uma solução

Vamos imaginar que o colega se atrasa constantemente no seu trabalho, o qual é fundamental para que você execute o seu atempadamente. Isto pode estar a acontecer por falta de motivação mas também por uma dificuldade que o seu colega teme partilhar com os outros, com medo de represálias ou do despedimento. Ele poderá não conhecer bem o software da empresa ou pode estar a usar técnicas antigas que tornem o progresso mais lento. Antes de tudo, ofereça-se para ajudar, explicando alguma dúvida que ele tenha ou, por outro lado, pode ajudá-lo a encontrar um curso ou um mentor que o possa educar sobre o tema. Ou até quem sabe ele poderá trocar de cargo com outro colega. Evite pura e simplesmente atacar a “incompetência” do outro e, lutando por uma relação saudável de trabalho, prepare-se para o auxiliar na sua melhoria.


Lembre-se que o seu colega ou chefia pode não estar ciente do problema pois este nunca lhe foi comunicado. Falar é importante assim como expor incertezas ou dúvidas. Se a cultura da sua empresa foi saudável, será fácil discutir o assunto e conseguir encontrar uma solução viável que ajude ambas as partes.


OUTROS ARTIGOS:

Email: As melhores e piores despedidas que pode usar

Renove a sua rotina e não se sinta tão cansado com o trabalho


Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Tendências

Atualidade e inovação: o que está a mudar no empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais