Marketing: Cuidados a ter com cada uma das gerações


É fácil compreender que o marketing direcionado para adultos não será o mesmo usado para um público mais jovem, no entanto, ainda que normalmente se encontrem diferentes estratégias para estas duas faixas etárias, é menos frequente encontrar técnicas específicas para cada uma das gerações consumidoras, por isso, damos-lhe a conhecer as gerações que estão atualmente no mercado e quais os pontos que deve ter em mente.


LEIA TAMBÉM: Elementos de marketing outrora populares que devem ser evitados


Uma breve explicação do que é uma Geração

William Strauss e Neil Howe são os responsáveis pelo nascimento do conceito moderno de “gerações”, o fruto de grandes eventos que marcam uma geração inteira, moldando os seus comportamentos e as suas ideologias. Estes momentos importantes na história, que segundo os autores acontecem a cada duas décadas, delimitam o início e o fim de uma geração. Na história moderna existem sete: a Geração Perdida, a Geração Grandiosa, a Geração Silenciosa, os Baby Boomers, a Geração X, os Millennials, e a Geração Z. 


Infelizmente, o último membro da Geração Perdida (influenciada pela Primeira Guerra Mundial) faleceu o ano passado aos 118 anos, marcando o final de uma era. O mesmo está prestes a acontecer à Geração Grandiosa (a geração da Grande Depressão), cujos membros vivos nasceram nas primeiras duas décadas do século XX - o seu membro mais idoso é a japonesa Kane Tanaka, nascida em 1903.


Geração Silenciosa

Começamos então com a geração que ainda detém uma grande presença na nossa sociedade, a geração conhecida pelo receio de se expressar livremente, marcada pela presença ativa na Segunda Guerra Mundial e consequentes conflitos. Nascidos entre 1925 e 1942, eles são ainda conhecidos como “avós dos Millennials”, uma boa forma de compreendermos a sua grande presença. Ainda que possa vê-los com aparelhos móveis ou de volta do computador, a verdade é que a maioria prefere um marketing tradicional como cartas, promoções em papel e a possibilidade de se dirigir à loja física para adquirir os seus produtos. A comunicação deve ser feita cara-a-cara ou, no limite, via telefone. As redes sociais são como inexistentes para a maioria dos membros, especialmente os que se aproximam mais da Geração Grandiosa, havendo uma maior abertura nos que nasceram no início da década de 1940.


Baby Boomers

Também categorizados como a Geração W, os Baby Boomers nasceram por volta de 1946 e 1963. Entre as suas conquistas estão a liberdade de expressão, os movimentos pacíficos como a cultura Hippie dos anos de 1960 e 1970, e um grande aumento na taxa de natalidade (razão do seu nome). Situando-se mais perto do nascimento do computador pessoal, a maioria dos Baby Boomers usa as redes sociais e a internet mas, apesar disso, continuam a preferir uma compra em loja física e o contacto via telefone quando o cara-a-cara não é possível.


Geração X

Os filhos mais novos da Geração Silenciosa, nascidos entre meados da década de 1960 e meados da década de 1980, viveram por uma liberdade de expressão única, tendo acabando por se dividir em várias sub-culturas. A internet não é estranha aos seus membros, que se encontravam por volta dos 30 quando os primeiros computadores pessoais entraram no mercado, e poderá inclusivamente encontrar alguns pelo Instagram apesar da sua rede social de eleição ser o Facebook. Eles são ainda os consumidores mais velhos quando se trata de compras online e a loja física já não é um requerimento tão importante quanto para os seus pais e irmãos mais velhos.


Millennials

A polémica Geração Y nasceu dos últimos anos de 1980 até aos inícios dos anos 2000. Até há bem pouco tempo considerada a “garotada”, a verdade é que os Millennials constituem hoje uma grande parte do poder de compra, não apenas por já estarem bem acima da maioridade como pelo facto de muitos já serem pais! Completamente à vontade com as novas tecnologias, as lojas físicas são “algo de outros tempos” e em termos de plataformas poderá encontrá-los tanto no Facebook como no Instagram e Youtube. Este é o público-alvo principal da maioria das empresas atuais que se foquem na faixa etária adulta e são igualmente a primeira geração que prefere adquirir produtos e serviços após ler uma boa review online em plataformas como o TripAdvisor ou o Facebook.


Geração Z

Nascidos um século após a Geração Perdida, a Gen Z será em breve parte fundamental da economia dos seus países. Claro, tecnologia é algo que fez parte das suas vidas desde o nascimento e o marketing mais tradicional já os aborrece. Instagram e Youtube são as plataformas de eleição, assim como a preferência por produtos e serviços publicitados pelos seus influencers favoritos em detrimento de plataformas como o TripAdvisor.


LEIA TAMBÉM: Comece a preparar a sua estratégia de marketing de halloween e natal


Conhecer as diferentes gerações é fundamental aos negócios duradouros pois se o seu produto se centra no “jovem adulto”, este irá mudar a cada vinte anos, juntamente com os seus gostos e métodos de compra - se agora se foca no Facebook, por exemplo, outra rede social pode ser a chave d’ouro no futuro. Adapte o seu marketing e esteja em cima das tendências mais populares junto de cada geração.


Keywords: Marketing, Gerações, Geração Silenciosa, Geração Grandiosa, Geração X, Geração Z, Millennials, Baby Boomers, Empreendedorismo, Empreendedor, NOS Empresas, CUE, Criar uma Empresa, Redes Sociais


Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Guias Práticos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais

Notícias e Eventos

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais