Aquaponics Iberia


Uma espécie de regressar às origens da humanidade, a Aquaponics Iberia inspira-se nas práticas Astecas e nos conhecimentos que hoje temos de Aquacultura e Aquaponia, para trazer sistemas de produção sustentável de alimentos.



O que  é/qual é o negócio?
A Aquaponics Iberia é uma empresa que se dedica à formação, consultoria, design e implementação de sistemas e tecnologias de produção sustentável de alimentos, recorrendo fundamentalmente à aquaponia, ou seja, desenhamos, projetamos e implementamos ecossistemas simbióticos que combinam a produção piscícola com a agrícola, numa filosofia de economia circular, sustentável e que gera proteína animal e produtos hortícolas naturais, frescos e de elevada qualidade.

De onde nasceu?
O conceito remonta à época dos Astecas, mas a nossa tecnologia resulta de anos acumulados de experiência fora de Portugal, em aquacultura e em aquaponia, assim como em investigação experimental nestas áreas, muita desta realizada em Portugal. A elevada poupança de água que resulta deste método de produção, aliado ao elevado consumo nacional de peixe e escassa produção interna, assim como a uma tendência crescente, por parte do consumo, nos alimentos frescos, saudáveis e locais, rapidamente nos fez perceber que a aquaponia é um modelo de produção de futuro, que preenche já, quer as necessidades dos consumidores mais exigentes, quer as necessidades de um meio ambiente gerido de forma sustentável, sem contaminações e sem desperdícios de um dos mais importantes recursos do planeta: a água.

Missão?
A nossa missão é a de "semear" sistemas de produção de alimentos efetivamente sustentáveis, frescos e saudáveis nas cidades do nosso planeta.

Financiamento?
O financiamento inicial proveio inteiramente dos sócios. Posteriormente, o único financiamento que obtivemos foi através do programa de aceleração Climate-KIC, de iniciativa do EIT (European Institute of Innovation & Technology), em Portugal através da BGI. Tal permitiu-nos adquirir equipamentos de produção e para desenvolvermos alguns protótipos, assim como estarmos presentes em alguns eventos ligados à nossa atividade e em outros que permitiram projetar a nossa startup a nível nacional e internacional.



Promoção?
Temos apostado nas redes sociais, em newsletters aos subscritores do nosso site, em ações de formação em aquaponia e participação em eventos através de realização de apresentações e palestras, a presença em exposições de âmbito nacional com equipamentos demonstradores de aquaponia e os meios de comunicação têm mostrado muita curiosidade sobre a nossa atividade, o que nos tem beneficiado através de "publicidade gratuita" em reportagens e entrevistas na televisão, rádio, jornais e revistas.

Onde esperam chegar?
Pretendemos ser uma das empresas líderes a nível europeu na instalação de sistemas de aquacultura sustentável e aquaponia. Através do nosso projeto Fish n' Greens, pretendemos colocar o nosso sistema integrado urbano de produção em várias cidades, fornecendo localmente alimentos frescos e saudáveis e mostrando às pessoas que é possível evoluirmos para uma alimentação menos "sintética" e muito mais sustentável, de forma transparente, à vista dos consumidores.

Como lidaram com a incerteza inicial?
A incerteza inicial é algo com que temos lidado há muitos anos, muito antes do início de atividade da startup. Na realidade, é algo com que ainda lidamos todos os dias. Ao contrário dos restantes países europeus, a legislação portuguesa não favorece o desenvolvimento da aquacultura e muito menos na sua vertente sustentável, como é o caso da aquaponia. É algo que tentamos mudar junto do governo desde 2012 com propostas muito concretas e que não são mais do que a adopção das Directivas da UE a respeito da utilização na aquicultura de espécies exóticas. Ao ignorar os regulamentos europeus, a legislação portuguesa impede o desenvolvimento da aquacultura sustentável em Portugal e promove o atraso de Portugal face aos restantes Estados membros, no que respeita à aquaponia. Estes factos não nos transmitem uma incerteza a respeito da nossa atividade, mas sim a respeito do país em que laboramos, que poderá não ser o certo para o desenvolvimento de aquacultura sustentável por falta de vontade política.

Vosso maior trunfo? Ingrediente secreto?
Provavelmente resulta de uma combinação de foco, persistência e experiência/conhecimento da atividade.

O que sugerem a quem começa?
Ter uma boa ideia é importantíssimo, mas é apenas um primeiro passo numa longa maratona. A ideia permite-nos estar na linha de arranque da corrida, mas é fundamental não perder o foco sobre a meta, saber objetivamente onde se pretende chegar, nem que tal seja apenas uma etapa intermédia, ou apenas o final de uma em muitas corridas. A persistência é o que faz ultrapassar os obstáculos e adversidades, muitas vezes contra tudo e todos... Acreditar e ser persistente obriga, por vezes, até a vencer barreiras que podem surgir no seio da nossa própria família ou mesmo no Estado. Se acreditamos verdadeiramente na nossa ideia e no nosso modelo de negócio, por vezes temos de "levar a montanha a Maomé" e ir buscar energias interiores onde pensávamos não existirem. Tudo isto se deve ir construindo com uma base não só emocional, apesar de esta ser importante para nos tornar persistentes. A vertente racional é fundamental, pelo que todo o modelo tem de ser alimentado com um contínuo conhecimento técnico, o qual nunca está concluído e fechado. Para sermos bons na atividade que temos em mãos não basta sermos pioneiros, pois é fundamental continuamente aprofundar conhecimentos e desenvolver competências em diversas áreas.

Qual o melhor conselho profissional que já recebeu?
Ironicamente, talvez o melhor conselho recebido seja o: "Desiste! Nunca vais conseguir!" Por vezes, as palavras mais desencorajadoras são as que nos dão mais força para lutar e demonstrar o quão certo é o nosso caminho, colocando-nos mais focados e persistentes que nunca!

Mais informações em Aquaponics Iberia.

Guias Práticos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Tendências

Atualidade e inovação: o que está a mudar no empreendedorismo

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais