Bat Eye


A Bat Eye apresenta-se como uma empresa que atua no ramo mobiliário de luxo, criando peças de design e qualidade únicas.

 

Para Marco Silva, o fundador, a grande inspiração é a própria cidade do Porto, apostando as peças num detalhe requintado e na qualidade dos materiais.

 

 

De onde nasceu?

A Bat Eye surgiu com Marco Sousa, em Setembro de 2011, quando este apresentou ao mundo a marca na conceituada feira londrina Décorex.  Após vários anos dedicados à arquitetura, este sentiu a necessidade de entrelaçar a arte e o design com a arquitetura, criando peças de artes que espelhassem a cultura, a tradição e a história de uma cidade. Deste modo, a marca ganha a sua identidade singular, pelo facto de produzir peças que levam os seus clientes a verem mais para além daquilo que está à sua frente, levando estes a observarem, apreciarem e por fim a apaixonarem-se por peças únicas com um design e qualidade de fabrico ímpar. Marco Sousa cria assim uma marca vanguardista e inigualável, tendo sempre em consideração a unicidade das suas peças.

 

Missão?

A missão da Bat Eye é “criar peças de todo o mundo, para todo o mundo”. Para tal, a empresa centra-se em quatro atributos fulcrais que definem toda a marca que são a capacidade de criar e arriscar, a ligação entre o rigor das novas tecnologias com a tradição, a qualidade de fabrico, utilizando-se apenas materiais com a elevada qualidade portuguesa e, por fim, a singularidade e os detalhes requintados de cada peça.

 

Promoção?

A Bat Eye participa nas principais feiras de mobiliário na Europa e no Dubai, sendo este o seu maior meio de promoção. As várias peças da marca podem, ainda, ser encontradas em diversas lojas e hotéis quer em Portugal, quer na Europa, e ainda em shoppings, nomeadamente no Dubai Mall, o maior shopping do mundo. A promoção da marca é também realizada através do contacto personalizado com os clientes, da presença nas redes sociais e ainda através do site da Bat Eye que comunica um pouco da história da marca e do criador da empresa, explica o conceito e transmite os seus valores. Para além disso, quem visita o site pode visualizar o catálogo com as várias coleções.

 

Onde esperam chegar?

A Bat Eye está sempre em constante evolução e tem como objetivo conquistar novos mercados, pois acredita que a  expansão é a alavanca para o seu negócio. Assim, a empresa ambiciona levar as suas peças para todo o mundo, criando coleções de cidades do mundo inteiro.

 

Como lidaram com a incerteza inicial?

A Bat Eye é consciente de que empreender passa por enfrentar incertezas constantemente e que por vezes é necessário arriscar para obter os resultados pretendidos. Deste modo, a empresa enfrentou essas incertezas transformando-as em desafios, nunca perdendo a sua garra e persistência.

 

Vosso maior trunfo? Ingrediente secreto?

O maior trunfo da Bat Eye passa pela paixão e dedicação que as peças recebem desde o momento em que são concebidas até ao seu fabrico. Durante este processo utilizam-se apenas materiais genuinamente portugueses, trabalhados por artesãos competentes e dedicados. Para além da dedicação e do perfecionismo que existe durante a conceção de uma peça, outro fator que diferencia a Bat Eye e a torna numa marca tão distinta, é a paixão genuína pelas cidades, facultando assim aos seus compradores uma viagem pelo mundo através de pedaços de cidades para as suas casas, sob a forma de mobiliário. Estes ingredientes aliados às suas atitudes de responsabilidade social são aquilo que torna a Bat Eye incomparável.

 

 

O que sugerem a quem começa?

Quando se inicia uma carreira, é indispensável encarar os nossos problemas como desafios e não ter medo em arriscar em alguma situações. É também importante nunca perder a perseverança e a determinação quando temos um objetivo em mente. A única pessoa que nos pode derrotar somos nós mesmos e é essencial fazermos aquilo que nos motiva a nível profissional.

 

Qual o melhor conselho profissional que já recebeu?

Penso que o melhor conselho profissional que já recebi foi “mudar para o que nós amamos é sempre uma escolha fácil”.  Nunca é tarde demais para mudar o rumo da nossa vida, pois o mais importante é fazer aquilo que nos apaixona, que nos move e nos faz feliz. Deste modo é importante sentir que somos realizados a nível profissional, e que se tal não se verificar, não existem razões para não mudarmos para aquilo que amamos fazer. Por vezes basta conciliar, por exemplo a nossa profissão com uma área que nos apaixona. Foi o que eu fiz com a Bat Eye, após vários anos de dedicação à arquitetura.

 

 

Mais informações em bateye.com.

 

Guias Teóricos

Noções teóricas imprescindíveis para o arranque e gestão do seu negócio​

Saber mais

Guias Práticos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Agenda

Eventos na área do empreendedorismo

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais