Empreendedorismo

Musikki


HTML Editor - Full Version

É em português que se fala na Musikki, um motor de busca que é também uma aplicação de facebook e que já foi apelidado de “Google da música português”. Ao fundador João Afonso, juntaram-se os colegas Juliana Teixeira e Pedro Almeida.

 

À distância de apenas um clique o utilizador tem acesso a toda a informação sobre um determinado artista ou banda, permitido ainda a criação de playlists a partir das músicas e páginas que cada utilizador segue.

 

Entretanto, o mundo inteiro é o destino.


O que é/qual é o negócio?
O Musikki é uma plataforma para acesso a informação e descoberta musical que pretende tornar-se no destino número 1 para todos os amantes de música na Internet. Na nova versão que estamos prestes a lançar,  será possível aceder a toda a informação relativa a uma banda ou obra musical, ouvir música que os nossos amigos partilham, comprar música e bilhetes através da Amazon, itunes e TicketFLy, ouvir música através do Spotify, Rdio ou Deezer, ou até ler as noticias da Pitchfork, Rolling Stone ou BillBoard.

 

De onde nasceu?
Sempre fui um apaixonado por música e tudo o que a ela diz respeito. Enquanto estudava, trabalhei numa loja da antiga Valentim  de Carvalho para pagar os estudos. Mesmo quando trabalhei como investigador na Universidade de Aveiro tinha um negócio em part-time, uma loja de música independente, a wahWah. Esta vida dupla entre a tecnologia e a música permitiu aperceber-me de que poderia existir uma oportunidade no mercado musical. As principais empresas (Apple, Amazon, Spotify, etc.) estão focadas na disputa do formato (MP3 ou streaming) e parecem negligenciar os serviços de informação e recomendação. Simultaneamente a maior parte dos conteúdos musicais existentes na rede são UGC (conteúdos gerados pelo utilizador) e estão dispersos em vários locais na rede. Gigabytes destes conteúdos são submetidos todos os dias, o que significa que é um tipo de informação que está em constante atualização. Surgiu então a ideia de oferecer, com um único clique, a informação mais relevante sobre um determinado artista naquele exato período no tempo. Convenci dois amigos que conheci na Universidade de Aveiro, a Juliana Teixeira e o Pedro Almeida, a ajudarem a desenvolver este projeto e assim nasceu o Musikki.

 

Missão?
A nossa missão é disponibilizar o melhor serviço de acesso a informação e recomendação musical, numa plataforma gratuita que coloca ao mesmo nível artistas que estão a dar os primeiros passos e artistas consagrados.

 

Financiamento?
O financiamento inicial foi conseguido através da vitória da ""Building Global Innovators Venture Competition"", do ISCTE e do MIT, que nos permitiu angariar €200 000 em investimento. Posteriormente fechamos um investimento Seed de €150 000 com a Intercapital. Este investimento servirá como uma ponte para uma Series A que pretendemos fechar até ao fim deste ano.

 

Promoção?
Praticamente não temos comunicado. Todo o buzz criado foi de boca-em-boca ou pelas notícias que as nossas vitórias em competições geraram. Preferimos concentrar os nossos esforços no lançamento da nova versão e mesmo aí não vamos investir muito em promoção. Em vez de gastar dinheiro em anúncios e disparar em várias direções, preferimos apostar em formas de chegar a líderes de opinião na área da música e tecnologia. Acreditamos que terá um impacto muito maior uma recomendação pessoal do que milhares de euros em publicidade. É óbvio que só escolhemos esta estratégia porque estamos realmente confiantes na qualidade do nosso produto e que ele irá convencer esses tais líderes de opinião.

 

Onde esperam chegar?
Nós pretendemos ser o principal destino para os amantes de música na internet e, simultaneamente, a maior e melhor fonte de informação e  recomendação musical do mundo.

 

Como lidaram com a incerteza inicial?
Com muito otimismo. Acima de tudo, interiorizámos que o falhanço faz parte do processo. A partir daí o medo de falhar deixou de ser um bloqueio e encaramos todas as adversidades com a confiança de que as iríamos ultrapassar. Se falharmos é só parar, refletir porquê e tentar novamente.

 

Vosso maior trunfo? Ingrediente secreto?
Ao nível do produto propriamente dito, a qualidade e diversidade de conteúdos. No entanto, o que vai garantir o nosso sucesso a longo prazo será a criatividade e o talento da nossa equipa. Isto porque sabemos que vamos passar por várias adversidades, respostas da concorrência, etc., mas com a equipa que temos podemos ultrapassar todo e qualquer obstáculo.

 

O que sugerem a quem começa?
Essencialmente que sejam persistentes mas não teimosos. Às vezes temos tendência a confundir as duas coisas. Não podemos ficar presos a pressupostos e a ideias iniciais e temos aprender a ler o que o utilizador ou consumidor nos diz.

 


Mais informações em musikki.com


 

Guias Práticos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Guias Teóricos

Noções teóricas imprescindíveis para o arranque e gestão do seu negócio​

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais

Agenda

Eventos na área do empreendedorismo

Saber mais