Como se tornar num bom gestor de Influencers


Com o crescente número de pessoas que usam bloqueadores de anúncios ou até a deixar de consumir determinado conteúdo devido à publicidade intrusiva, as estratégias de marketing têm de começar a atualizar-se e essa mudança está a passar pelo uso de influencers. Seguidos nas redes sociais por milhares, ou até milhões, de pessoas, eles são a forma direta de chegar ao consumidor, convencendo-a a procurar os seus produtos. Por isso, com o nascimento de influencers aparecem igualmente profissionais que os ajudam a conseguir melhores clientes e resultados. Se esta é uma área de interesse, perceba quais as formas de melhorar a sua função de gestor (ou agente) de influencers.


Liberdade criativa

Não é preciso dizer que a última coisa que deve fazer é manipular a criatividade dos seus influencers. Cada um é único e conseguiu alcançar determinado público através do seu estilo de conteúdo cujo, se alterado, pode levar a que os seguidores o abandonem, matando a sua posição de influencer.


Conhecer bem os públicos-alvos

Um influencer que ganhou a sua posição enquanto alguém que apoia uma dieta e estilo de vida saudáveis recebe uma proposta de uma marca que gostaria de ver os seus novos snacks de chocolate promovidos. Não é propriamente desajustado, contudo, na sua gestão pode ter outro influencer cujo produto obtenha mais sucesso se promovido no seu canal. Saber identificar os vários públicos-alvo e encaminhar propostas é fundamental.


Analise os engagement de cada influencer

Quando uma campanha é criada, é fulcral perceber quantos clicks (ou engagement) está determinado influencer a conseguir. Sites como o Bitly são úteis neste aspeto, apresentando quantos clicks obteve um link, que pode ser customizável, permitindo-lhe comparar resultados entre influencers.


Mantenha-se a par da concorrência

Saber o que está na moda e quais as práticas de outros influencers é importante para organizar o seu trabalho. Aquilo que torna os influencers tão populares, mas igualmente frágeis, é o facto de estarem sempre na onda do que a maioria das pessoas gosta ou aprova. Usar ideologias comuns para vender produtos ou até mudar opiniões são algumas coisas que eles são capazes de fazer mas somente se a sua audiência continuar a vê-los como “cool”.


Com a mudança rápida da sociedade há a necessidade cada vez maior de estar a par de novas formas de marketing, criando estratégias que substituam as antigas, especialmente se gostaria de se focar num público mais novo. Enquanto a Geração X continua a preferir métodos tradicionais (como os anúncios), os Millennials e a Geração Z tende a confiar mais em pessoas como os seus ídolos ou os profissionais cujo trabalho seguem diariamente. Mais do que um anúncio que promete ser real, os novos consumidores apostam em relações mais pessoais.


ARTIGOS RELACIONADOS:

As mulheres estão a dominar o mundo dos influencers

Como aumentar o engagement do Instagram da sua empresa?

Como se tornar um influencer


Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Tendências

Atualidade e inovação: o que está a mudar no empreendedorismo

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais