Como agir numa altura de crise, os passos de Mark Zuckerberg


Recentemente o nome de Mark Zuckerberg invadiu as redes sociais devido ao escândalo da Cambridge Analytica, na qual o Facebook foi acusado de partilhar dados privados dos seus usuários para influenciar as votações norte-americanas. Como facilmente se percebe, este foi um golpe duro na carreira do empreendedor e, para piorar a situação, o modo como agiu no meio da crise não foi a melhor, talvez pela incapacidade de compreender a melhor forma de proceder.


Mais do que aprender com o que de melhor nos acontece, é fundamental aprendermos com os nossos erros mas também com os erros daqueles que já chegaram ao topo. Se lidera um negócio, aproveite para olhar objetivamente para este caso e perceba o que não pode falhar quando a sua empresa precisar de si num momento de crise.


Reaja

Quando a situação acontece, o primeiro passo é reagir. No caso Facebook, houve uma espera demasiado grande até ser lançado um comunicado, algo impensável especialmente quando o problema era claramente conhecido da empresa. O mundo estará a olhar para si e fingir que nada aconteceu irá somente piorar a sua situação.


Peça desculpa

Se o ocorrido foi devido a um erro seu ou da empresa que representa, o segundo passo é pedir desculpa. Quer o pense realmente ou não, é fulcral deixar a comunidade saber que compreendeu onde errou e que tentará que o mesmo não volte a acontecer. Mark Zuckerberg pode ter escrito um discurso muito bonito mas em lado algum se pôde ler um verdadeiro pedido de desculpas, situação que não o ajudou.


Resolva

Percebido o problema, uma solução aparece quase de forma natural, normalmente exigida até por aqueles que prejudicou. O último grande passo é, por isso, fazer o possível para que a situação se veja resolvida o mais depressa possível. Se o seu problema for um produto que funciona mal, garanta reembolsos aos seus clientes, por exemplo.


No caso do Facebook este foi um obstáculo razoavelmente simples de ultrapassar não fosse esta uma das principais redes sociais e um dos pilares do marketing da maioria das empresas. Não é impossível mas deitar abaixo um gigante destes não será tarefa fácil. No entanto, você pode vir a deparar-se com situações semelhantes, deixando o futuro da sua empresa dependente do modo e na rapidez com que irá agir. Aprenda com os grandes e nunca pare de evoluir.


ARTIGOS RELACIONADOS:

O Facebook Live está a tornar-se numa ferramenta indispensável

Bill Gates, Melinda Gates e Lin-Manuel Miranda oferecem conselhos aos jovens empreendedores


Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Guias Práticos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais

Notícias e Eventos

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais