Os “Cs” essenciais de qualquer empresa


Quando tem uma empresa, é preciso mantê-la em funcionamento e no topo do mercado, lutando diariamente pelo seu futuro. Liz Dennery Sanders, autora do livro “Style & Substance: How to Create a Compelling Brand”, partilhou recentemente num artigo quais os cinco aspectos que deve ter em consideração se deseja criar uma marca amigável e que cative quem o visita.


Claridade

Antes de criar formalmente a sua empresa, deve saber qual o objetivo, qual o público-alvo, e qual a experiência que o consumidor terá com a marca. Estes pontos irão ajudá-lo a desenhar melhor a sua estratégia, auxiliando-o ainda na hora de criar o Plano de Negócios ou de apresentar o negócio a um possível investidor.


Conversação

Não torne a relação com o cliente em algo meramente prático e financeiro. Inicia conversa com ele, especialmente com o cliente mais frequente, e tente através dele perceber que aspectos pode melhorar e quais aqueles que são mais amados. Por outro lado, criar uma relação de amizade com o cliente é sempre uma mais valia.


Comunidade

Diretamente ligada ao ponto de cima, a Comunidade é a relação geral que tem com os seus clientes e inclui a criação de um nicho, de uma pequena família. Para além de se interessar pelo que têm a dizer (sobre o produto ou sobre as suas vidas) pode e deve ainda recompensar os melhores clientes com descontos especiais e outros brindes semelhantes, mostrando o seu apreço por eles.


Conteúdo

Não se limite a lançar conteúdo generalista somente porque o tem de fazer. Antes de criar uma rede social ou abrir um site, planeie o tipo de artigos, de imagens ou de vídeos com que os irá preencher, quais os dias a assinalar, e como pode variar o conteúdo. Lembre-se também que pode contratar um profissional, um gestor de redes sociais por exemplo, para o ajudar nesta tarefa. A sua marca deve partilhar algo cativante que faça o seguidor querer realmente segui-lo.


Consistência

A informação que apresenta em diferentes plataformas deve ser sempre a mesma. Este é o primeiro ponto da consistência. Não convém que num lado você seja uma marca de produtos de beleza e noutro uma loja de roupa. A morada, os links das redes sociais, os nomes dos intervenientes, deve ser igual pelos diferentes canais. Por outro lado, se a sua marca defende os produtos biológicos, deve manter-se nessa linha ideológica, evitando prometer produtos industriais, por exemplo, ou corre o risco de demonstrar falta de transparência, acabando por perder clientes.


Siga o exemplo de outros empreendedores experientes e cujas experiências podem ser uma mais valia para o seu conhecimento.


OUTROS ARTIGOS:

O que define um empreendedor

Prepare-se para trabalhar com a Geração Z


Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Guias Práticos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais

Notícias e Eventos

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais