Dê liberdade à sua equipa, pare de controlar tudo


É comum que as chefias sintam a necessidade de conferir constantemente que tudo está a correr bem, evitando surpresas. Isto é especialmente verdade, quando o profissional tem um grande sentido de responsabilidade e vê os erros da sua equipa como os seus próprios erros. O problema é que este comportamento levará a um mau ambiente da empresa, incentivando os funcionários a saírem.


Mantenha a qualidade ao seu lado

Na hora de contratar, tente ao máximo garantir que os profissionais são de topo e que possuem os conhecimentos e as características importantes ao seu cargo. Contratar aleatoriamente ou porque conhece a pessoa é normalmente a pior escolha, pois arrisca-se a ter ao seu lado alguém incapaz de concretizar as tarefas da melhor forma.


Cada coisa no seu lugar

Todos temos os nossos pontos fortes e pontos fracos, por isso, na hora de transmitir tarefas à equipa tenha a certeza de que está a dar o cargo certo à pessoa certa. O profissional pode ser muito bom a escrever e-mails mas muito mau a contatar alguém telefonicamente, por exemplo. Perceba qual o membro da equipa que conseguirá desempenhar determinada tarefa da melhor forma.


Incentive a comunicação

Quando existe uma dúvida, o profissional pode seguir dois caminhos: perguntar a um colega ou fazer como julga melhor. A última alternativa é a escolhida frequentemente, tornando-se num problema para a empresa, por isso, nunca pare de incentivar a equipa a comunicar entre si, dando-lhes ainda a liberdade de tirar dúvidas, “por mais parvas que sejam”, pois isso irá criar um ambiente de entreajuda e de aprendizagem constante.


A perfeição não existe

Se está a pensar que seguindo todos estes passos conseguirá uma equipa perfeita, está enganado. A perfeição é um conceito utópico, soando ideal mas incapaz de ser concretizado completamente. Claro, deve lutar pelo melhor produto, contudo, aprenda a lidar com o facto de que nada sairá exatamente como foi pensado, conseguindo detectar o que realmente é um erro.


Confie na sua equipa e permita que trabalhem livremente sem terem uma chefia a vigiar cada um dos seus passos. Incentive a equipa a ser independente e a pedir ajuda quando necessário, motivando-a a melhorar.


ARTIGOS RELACIONADOS:

Como controlar as distrações tecnológicas no local de trabalho

O que fazer quando um funcionário fica doente mas quer trabalhar?

Como manter uma equipa em crescimento, feliz


Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Guias Práticos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais

Notícias e Eventos

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais