Palavras a evitar no escritório para criar uma cultura saudável


A comunicação é uma habilidade fulcral ao sucesso de qualquer profissional e de qualquer negócio, contudo, este elemento não é apenas composto pelo tom de voz ou pelos gestos que o acompanham, mas também por certas palavras ou expressões que, mesmo involuntariamente, podem causar desconforto no outro, alimentando uma cultura pouco positiva e até tóxica. Estas são palavras que deve evitar para cultivar uma relação saudável entre os membros da sua empresa.


LEIA TAMBÉM: Como melhorar a cultura da sua empresa


Não posso fazer algo

É verdade que o excesso de trabalho podem levá-lo a negar pedidos de colegas ou chefias, garantindo que as suas tarefas não saem prejudicadas. Porém, recusar-se constantemente a ajudar o outro ou a ficar responsável por determinados assuntos, acabará por transmitir a ideia de intransigência e pouca vontade de colaborar em equipa.


Isso é parvo

Pode ser natural este comentário junto de amigos mas quando se trata de um ambiente profissional, esta expressão dá a entender que vê o outro como incapaz, negando os seus conhecimentos ou capacidade de trabalhar. Dizer algo “não tenho a certeza de que vai funcionar, o que o leva a pensar que vai”, é uma melhor abordagem quando se depara com algo que não irá resultar.


Tenho vergonha de si e/ou devia ter vergonha

Todos erramos, infelizmente por vezes esses erros são graves. No entanto, o profissional sabe bem das consequências dos seus atos e afirmar coisas como “tenho vergonha de si” ou “devia ter vergonha”, irão apenas aumentar os níveis de ansiedade e stress da pessoa, ajudando nada no que toca à forma como o erro pode ser evitado em futuras ocasiões. Expresse o seu descontentamento mas sempre virado para o melhoramento e para a aprendizagem.


Você é estranho

O penteado, os hobbies, o estilo de roupa, tudo isto pode acabar criticado no ambiente de trabalho mas estes devem ser sempre respeitados. Não tem de gostar ou de querer adoptar, mas se estão em conforme com as regras da empresa, não existe razão para humilhar o colega devido às suas opções. Isto irá criar um ambiente tóxico e incentivar outros membros a apontarem o dedo a quem os rodeia, piorando a situação.


Muitas preguiça e pouco trabalho

A depressão, o burnout e o stress são alguns problemas reais, e sérios, que podem culminar na desmotivação do profissional, levando-o a perder a sua produtividade e eficácia, Deduzir que o colega não está a trabalhar por “preguiça” ou “incompetência”, podem prejudicar gravemente uma situação que já deveria estar a ser tratada. 


Está abaixo de mim, sou seu superior

Claro, existem hierarquias e chefias, contudo, ainda que a afirmação destes papeís fosse comum há algumas décadas, hoje em dia uma boa cultura de empresa alimenta a ideia de igualdade. Sim, deve chamar a atenção e sublinhar que enquanto chefia tem o poder de decidir e, enquanto profissional abaixo dela, deve seguir os seus pedidos. No entanto, insultar ou denegrir o outro somente por este se encontrar abaixo de si, irá mostrar um lado de superioridade arrogante, muitas vezes associada à própria incompetência como chefia. Comporte-se como um líder pois repetir a sua posição sem mostrar resultados é tóxico e pouco produtivo.


Tem um comportamento histérico

Este ponto é em especial apontando a mulheres quando estas se envolvem numa conversa mas também é usado com homens. Acontece quando, no meio de uma discussão onde todos estão a partilhar os seus pontos, o profissional é acusado de histerismo, mesmo quando usando o mesmo tom de voz de outros colegas. Este tipo de resposta é normalmente sinal de estereótipos ultrapassados, para além de desconsiderar toda a argumentação apresentada sem qualquer tipo de fundamento para tal.


LEIA TAMBÉM: Sinais de que a cultura da sua empresa não é saudável


Comportamentos enraizados ou aceitáveis há quarenta anos podem estar a prejudicar a cultura da sua empresa, desmotivando os profissionais e levando-os a procurar outras opções, dificultando ainda a contratação de novo pessoal devido a uma má fama que não desaparece facilmente. Reveja o modo como comunica com o outro e reflita sobre o modo como, mesmo que de forma involuntária, pode estar a agir de modo pouco profissional.


Keywords: NOS Empresas, CUE, Criar uma Empresa, Empreendedor, Empreendedorismo


Casos de sucesso

Empreendedores de sucesso explicam como nasceram os seus negócios

Saber mais

Guias Práticos

Ideias e guias sobre tudo o que precisa de saber para criar um negócio

Saber mais

Guias Fiscais

Datas de entregas de documentos e obrigações de pagamento de impostos

Saber mais

Notícias

Últimas novidades sobre o universo do Empreendedorismo

Saber mais